Galaxy Tab S8 também é removido do Geekbench após problemas de performance

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 15 de Março de 2022 às 09h10

clique para compartilhar

Link copiado!

Galaxy Tab S8
ver mais

O recém lançado Galaxy Tab S8 é mais um dispositivo da Samsung a ser removido do Geekbench, uma das plataformas mais populares em medição de desempenho de aparelhos eletrônicos. O motivo é o mesmo que provocou polêmica nas semanas passadas em relação à linha Galaxy S22 de smartphones: a marca estaria manipulando os resultados de benchmark, para que eles mostrem um poder de processamento maior do que o visto em outros aplicativos.

Assim como foi registrado nos celulares, o método é relacionado ao Serviço de Otimização de Jogos (GOS, na sigla em inglês), que limita o desempenho de diversos aplicativos para evitar problemas de superaquecimento e uso excessivo da bateria. Porém, o sistema seria desativado no Geekbench em específico, para que os resultados mostrados sejam mais positivos.

Para testar essa tese, o portal Android Central alterou o nome de pacote do Geekbench para Genshin Impact, um dos jogos mais populares no momento. Com isso, o GOS é "confundido", e passa a pensar que se trata de um aplicativo que deve ter seu desempenho limitado — a diferença nos resultados é evidente na última geração dos tablets:

Pontuações com Geekbench "disfarçado" de GenshinPontuações com Geekbench padrão
Tab S8 Ultra925/27091127/2889
Tab S8 Plus920/30001221/3372
Tab S7969/3266952/3291
Tab S7 FE641/1936638/1919
Tab S5e328/1413340/1455

Portanto, estima-se que a performance pode ser limitada em até 24% em single-core e 11% em multi-core. Porém, tal fenômeno não é registrado nos tablets de anos anteriores, revelando que o GOS somente atua dessa forma na linha Tab S8 — o Geekbench não confirmou se os três modelos da série serão banidos da plataforma, mas a probablilidade é alta quando se considera que a medida foi tomada para todos os aparelhos da série Galaxy S22 e mesmo de gerações passadas da linha, por exemplo.

A exclusão dos resultados na plataforma não proíbe que novos testes sejam feitos com os dispositivos, mas eles não serão registrados nos arquivos oficiais do Geekbench, que podem ser conferidos por meio do Geekbench Browser.

A Samsung já se pronunciou em relação à polêmica, e afirmou que lançará uma atualização de software para a linha Galaxy S22 a qualquer momento. O update permitirá que o usuário tenha maior controle do GOS por meio do Game Launcher, com uma nova opção que prioriza a performance dos aplicativos, mesmo que consuma mais energia.

Fonte: Android Authority