Xiaomi Mix Flip existe, mas pode não ganhar lançamento

Por Eduardo Moncken | Editado por Wallace Moté | 16 de Novembro de 2021 às 07h31

clique para compartilhar

Link copiado!

Mi Mix Flip
ver mais

A Xiaomi deu o pontapé definitivo no mercado de dobráveis quando anunciou o Mi Mix Fold no começo do ano. Após muitos conceitos e aparelhos que eram apenas protótipos, finalmente a empresa lançou um celular flexível comercial.

Muito parecido com a linha Galaxy Z Fold, era esperado que a chinesa também anunciasse um smartphone flip. Assim, também poderia disputar mercado com o Galaxy Z Flip. Mas isso acabou não ocorrendo, e pode ser que o principal projeto da empresa para este segmento tenha sido abandonado.

Entre abril e maio, a Xiaomi deixou várias pistas do Mi Mix Flip no código-fonte da MIUI, mas, desde então, não houve adições específicas para o dobrável. Isso sugere que o projeto foi descontinuado, e que provavelmente a empresa está repensando como deverá competir com outros aparelhos clamshell.

Se viesse à vida, o Mi Mix Flip teria um belo diferencial em relação ao celular flip da Samsung: além de lente wide e ultrawide, o celular traria sensor telefoto com 3x de zoom óptico. É o que sugerem as “entranhas” da MIUI, que também apontam para uma tela interna com resolução de 2480 x 1860, taxa de atualização de 90 Hz, e a presença do Snapdragon 888.

Começar do zero

O mercado de celulares é muito competitivo e não é normal que os testes do Mi Mix Flip tenham sido apenas pausados por longos seis meses. O provável é que, pela razão que seja, a empresa tenha concluído que seu lançamento comercial não seria possível — optando por recomeçar os trabalhos futuramente, ajustando seu hardware, design, e outras características que possam facilitar sua produção.

Uma hipótese é que a Xiaomi esteja aguardando o Android 12L, focado em dobráveis, para reconstruir a MIUI para os seus flexíveis. Mesmo o Mi Mix Fold deve se beneficiar da nova versão — mas “precisou” ganhar vida antes disso para marcar posição tecnológica da chinesa no mercado.

Outra possibilidade é que a escassez de chips seja a razão da descontinuidade do Mi Mix Flip. A Xiaomi pode ter optado por jogar seguro e incluir seu estoque dos chips de alto desempenho em linhas já consolidadas, como a Xiaomi/Mi e Black Shark.

Pelo motivo que for, não há mais sinais de que a empresa prepara um celular flip. Isto acaba por lembrar o TCL Chicago, também sem viabilidade comercial. Quem acaba se dando bem com isso é a Samsung, que joga sozinha no segmento de dobráveis que se compactam em uma forma menor.

Fonte: Xiaomiui