Vivo confirma uso de processador de imagem próprio na linha X70

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 27 de Agosto de 2021 às 10h10

clique para compartilhar

Link copiado!

Tudo sobre Vivo Mobile Communications Co.
ver mais

Em conferência de imprensa realizada nesta sexta-feira (27), Hu Baishan, presidente da Vivo Mobile, confirmou que os novos X70 e X70 Pro terão um novo processador de imagem (ISP, Image Signal Processor) próprio, chamado de V1. Segundo o executivo, uma equipe com de mais de 300 pessoas está trabalhando no V1 há mais de dois anos, e o novo chip trará maior qualidade de imagem e vídeos noturnos melhorados.

A informação já era rumorada há meses, e confirma uma tendência das marcas para lançar ISPs próprios, como já fazem Apple, Google, Xiaomi e Samsung, por exemplo. Baishan comentou que manter os usuários no mesmo ecossistema garante uma experiência mais satisfatória.

Lançamento da linha Vivo X70 está próximo

Vivo X70 Pro+

Reprodução/OnLeaks

Hu Baishan também revelou que a linha X70 será lançada em setembro, sem especificar a data exata — informações indicam que acontecerá em um evento da marca que começará no dia 19.

Os aparelhos já possuem vários detalhes vazados, trazendo tela de 6,7 polegadas com resolução Full HD+ de 1080 x 2400 pixels e um furo centralizado para a câmera frontal, Snapdragon 888 com 8 ou 12 GB de RAM e Android 11 com a interface FunTouchOS em algumas localidades. A câmera principal será assinada pela ZEISS e terá um sensor de 1/1,28 polegada, que em conjunto com o ISP proprietário promete entregar ótimas imagens. Renderizações mostram um aparelho que deve ter um grande módulo traseiro para câmeras, com um design retangular e bordas mais retas.

O aparelho terá bateria de 4.500 mAh com carregamento rápido de 66 W e preço estimado de até 70 mil rúpias (cerca de R$ 4.995, em conversão direta) para a variante mais cara Vivo X70 Pro+.

Estratégia é expandir a marca

O executivo também confirmou que a Vivo Mobile adotará a estratégia 1+3+N, em que os usuários priorizam a utilização do smartphone com três periféricos principais, que então podem se conectar a um número indefinido de outros dispositivos. Pensando nisso, a marca também está planejando o lançamento do seu primeiro tablet.

Para isso, a companhia já registrou a marca Vivo Pad na EUIPO (European Union Intellectual Property Office, ou Agência de Propriedade Intelectual da União Europeia, em tradução livre). Rumores indicam que o dispositivo terá bordas finas para grande aproveitamento de tela na parte frontal, além de duas câmeras traseiras. Baishan também falou que a Vivo não lançará uma televisão nos próximos anos, pois segundo ele não existe uma correlação entre TVs e smartphones como acontece entre os aparelhos portáteis e outros dispositivos.

Fonte: FoneArena