Redmi Note 7 pega fogo enquanto carregava e Xiaomi promete reembolso

Por Felipe Junqueira | Editado por Wallace Moté | 05 de Maio de 2021 às 11h50

clique para compartilhar

Link copiado!

Redmi Note 7
ver mais

Um Redmi Note 7 explodiu repentinamente enquanto carregava ao lado da cama de sua usuária nesta segunda-feira (3). A dona do aparelho, que preferiu não se identificar, publicou no Twitter as fotos do que restou de seu celular da Xiaomi, adquirido em julho de 2019.

“Estava dormindo e o celular carregando ao lado da minha cama. Eu e meu namorado acordamos com um chiado aumentando e percebemos que era o celular. Ele jogou no chão e pediu para eu me afastar, pois estava tossindo”, relatou ela, que ainda disse ter sido tudo “muito rápido”. Ela não mencionou ter sofrido nenhum ferimento, mas inalou parte da fumaça que saiu do dispositivo e ficou com tosse e a garganta um pouco ruim, mas foi mais um susto.

O aparelho tinha cerca de dois anos de uso e estava na tomada com o carregador original. De acordo com a usuária, o celular não havia sofrido quedas e “inclusive deu dó porque a tela está intacta”.

O caso não é isolado, inclusive em relação ao Redmi Note 7. Uma busca rápida em redes sociais ou no Google retorna uma boa quantidade de usuários reclamando de o celular da Xiaomi ter explodido repentinamente. Na maioria das vezes, a empresa alega ter sido defeito causado por mau uso ou carregador alternativo, como aconteceu em um caso que envolveu o Redmi Note 9 na Índia recentemente.

Já no incidente brasileiro, tudo deve acabar bem. A usuária conseguiu um retorno da Xiaomi na rede social, e a empresa pediu seus dados para entrar em contato e tentar averiguar o que aconteceu. Em contato com Canaltech, a dona do Redmi Note 7 disse que a fabricante prometeu reembolsar não apenas o valor pago no aparelho como o de um edredon e uma touca, que também foram danificados, e até mesmo as despesas médicas.

Sem saber a causa do incidente, as recomendações são as de sempre: sempre use carregadores originais, com selo da Anatel ou de outra agência reguladora; evite deixar o aparelho carregando por muito mais tempo do que o necessário; procure deixar o celular carregando em um local minimamente arejado, sem objetos por cima dele, para evitar superaquecimento; e evite deixar o aparelho muito próximo de seu corpo durante a recarga, para se prevenir de possíveis acidentes.