Moto G9 Power passa na Anatel junto com dois celulares da Realme

Por Felipe Junqueira | 12 de Novembro de 2020 às 12h30

clique para compartilhar

Link copiado!

Moto G9 Power
ver mais

O Moto G9 Power já está a caminho das lojas brasileiras. A Motorola avisou no lançamento europeu que o celular chegaria à América Latina em breve, e agora o modelo está certificado pela Anatel e já pode ser comercializado por aqui. Além disso, dois dispositivos da Realme já estão com a documentação publicada na agência.

Começando pelo celular da Motorola, o modelo XT2091 apareceu no final desta quarta-feira (11) no SCH, sistema da Anatel para homologações. A documentação não revela muito sobre o aparelho, mas fica evidente que ele tem suporte a banda dupla do Wi-Fi, ou seja, conecta tanto na frequência 2,4 GHz como na 5 GHz. Além disso, o portátil está homologado com bateria de capacidade nominal de 5.640 mAh e vem com carregador de 20 W de potência.

Na Europa, o Moto G9 Power foi anunciado com tela de 6,78 polegadas, plataforma Snapdragon 662 (mesma do G9 Play), 4 GB de memória RAM, 128 GB de armazenamento, câmera tripla de 64 MP e frontal de 16 MP, além da bateria de 6.000 mAh — que seria a capacidade total de carga.

O preço do aparelho é de aproximadamente 200 euros, que se converte em cerca de R$ 1.300. Como as características são parecidas com as do Moto G9 Play, podemos esperar preço de lançamento próximo ao do irmão, talvez entre R$ 100 e R$ 300 a mais que os R$ 1.599.

Realme chegando

Como já falamos antes, a Realme tem três aparelhos no banco de dados da Anatel, e agora dois deles tiveram a documentação publicada: RMX 2170 e RMX2151, ou 7 Pro e 7. Ambos estão aptos a funcionar em todas as frequências do 4G brasileiro e possuem compatibilidade com a rede Wi-Fi dual-band. E só possuem registrada uma unidade fabril na China, ou seja, serão importados para o Brasil.

O Realme 7 tem tela IPS LCD de 6,5 polegadas com resolução Full HD e 90 Hz, chipset MediaTek Helio G95, 6 GB ou 8 GB de RAM e 128 GB de armazenamento e bateria de 5.000 mAh. O conjunto de câmeras é quádruplo com 64 MP na principal, com selfies de 16 MP.

Já o 7 Pro tem tela AMOLED de 6,4 polegadas, resolução Full HD e taxa de 60 Hz, além de chipset Qualcomm Snapdragon 720, 6 GB ou 8 GB de RAM e 128 GB de armazenamento, com bateria de 4.500 mAh. O conjunto de câmeras é quádruplo com 64 MP na principal e as selfies são de 32 MP.

A Realme já confirmou que pretende iniciar as vendas de seus celulares no Brasil em dezembro.