iPhone 14 volta a mostrar facilidade de reparo em novo vídeo de desmanche

iPhone 14 volta a mostrar facilidade de reparo em novo vídeo de desmanche

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 22 de Setembro de 2022 às 09h38
Divulgação/Apple

Após elogios do time do iFixit, foi a vez do YouTuber Zack Nelson, do canal JerryRigEverything, destacar as mudanças positivas implementadas pela Apple no Apple iPhone 14 para facilitar o reparo. Como visto anteriormente, o topo de linha pode ser aberto por ambos os lados e está mais modular que o costume, o que garante consertos das principais peças sem grande esforço, ainda que algumas decisões curiosas tenham sido adotadas em determinados componentes.

Zack começa o desmanche pela tela, método tradicional dos iPhones até a geração anterior. No entanto, diferente dos antecessores, não há acesso aos componentes por esse lado — apenas o display OLED encontra-se na área, com dois conectores para alimentar o painel e alguns dos chips integrados ao vidro, bem como uma chapa de metal separando-o da placa-mãe e outras peças.

Similar a aparelhos como os celulares da linha Google Pixel, o iPhone 14 isola a tela do restante dos componentes e facilita a troca do display (Imagem: JerryRigEverything/YouTube)

O criador de conteúdo cita como essa organização lembra aparelhos como a linha Google Pixel, e reforça como isso facilita a troca da placa de vidro frontal diante de quebras ou defeitos, ainda que seja necessário ter cautela quanto à compatibilidade de peças, já que é provável que a Apple tenha implementado travas de software. No caso do reparo oficial, essa maior facilidade também se reflete no preço, que caiu de US$ 499 (~R$ 2.590) no iPhone 13 para mais aceitáveis US$ 169 (~R$ 880) no iPhone 14.

Passando para a tampa traseira, Zack reforça o que foi visto pelo iFixit — além de finalmente possibilitar a remoção do vidro pela primeira vez em anos, a organização dos componentes internos está mais modular do que gerações anteriores, e tornam muito fácil a troca das principais peças comumente substituídas, incluindo a bateria, que utiliza as pull tabs para remoção sem riscos de dobras.

Pela primeira vez em anos, o iPhone 14 permite a remoção do painel traseiro, organizando as peças de maneira modular para facilitar reparos (Imagem: JerryRigEverything/YouTube)

É importante destacar que, apesar dos avanços significativos no caminho para um conserto facilitado, o iPhone 14 ainda embarca algumas escolhas pouco intuitivas para consumidores na construção. O YouTuber destaca o uso de um parafuso fixado de maneira peculiar no bloco de sensores do Face ID e, mais grave, o uso de múltiplos parafusos de diferentes formatos para manter a porta Lightning no lugar.

Mesmo que seja pouco provável que essas peças apresentem problemas no início do ciclo de vida do telefone, na ocasião de haver defeitos, falhas por situações extremas (queda de líquidos, entrada de detritos, etc.) ou ainda após anos de uso, o reparo deve exigir conhecimento técnico avançado, complicando a vida do usuário que pretende realizar a substituição por conta própria e elevando o preço em assistências técnicas.

De toda forma, o saldo é positivo, e representa mudanças importantes para o futuro dos dispositivos da Maçã, seja por uma nova postura mais amigável ao consumidor por parte da gigante de Cupertino, seja pela pressão gerada sobre a companhia pelo projeto Right to Repair (Direito de Consertar, em tradução livre), que vem ganhando força e, principalmente, apoio de governos pelo mundo.

Quase totalmente idêntico ao antecessor, com exceção de ajustes nas câmeras e adição de recursos como comunicação via satélite e detecção de acidentes, o iPhone 14 já é vendido no exterior com preços que partem dos US$ 799 (~R$ 4.140). O aparelho será vendido no Brasil custando a partir de R$ 7.599, mas ainda não possui prazo de estreia por aqui.

Apple iPhone 14: ficha técnica

  • Tela: Super Retina XDR OLED de 6,1 polegadas, proporção 19,5:9, resolução de 2532 x 1170 pixels, taxa de atualização de 60 Hz, HDR10, Dolby Vision, pico de brilho de 1.200 nits
  • Chipset: Apple A16 Bionic
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento interno: 128 GB, 256 GB ou 512 GB
  • Câmera traseira: 12 MP (Principal, f/1.5, Sensor-Shift OIS) + 12 MP (Ultrawide, f/2.4, 120º)
  • Câmera frontal: 12 MP (f/1.9)
  • Dimensões: 146,7 x 71,5 x 7,8 mm
  • Peso: 172 gramas
  • Bateria: 3.279 mAh com carregamento rápido de 20 W
  • Extras: 5G, Wi-Fi 6, NFC, Bluetooth 5.3, certificação IP68, Face ID, áudio estéreo, UWB, comunicação via satélite, MagSafe com recarga sem fio de 15 W
  • Cores disponíveis: Midnight (preto), roxo, Starlight (branco), azul e vermelho (PRODUCT)RED
  • Sistema operacional: iOS 16

Fonte: JerryRigEverything

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.