Galaxy Z Fold 3 tem uso da câmera traseira para selfies avaliado

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 16 de Março de 2022 às 09h50

clique para compartilhar

Link copiado!

Galaxy Z Fold 3
ver mais

Uma das peculiaridades do formato dobrável do Samsung Galaxy Z Fold 3 é a possibilidade de utilizar a câmera traseira para tirar selfies. Diante desse cenário, os especialistas do site DXOMARK decidiram investigar o nível de qualidade entregue pela opção — apesar de algumas falhas, o sensor principal entrega os melhores resultados, e consegue se manter competitivo frente a alguns dos celulares mais premium do mercado.

Os melhores resultados, com algumas falhas

Antes de focar no conjunto de câmeras traseiro, o DXOMARK investigou qual seria a melhor opção para selfies entre as três oferecidas pela Samsung: a lente principal traseira de 12 MP, a lente tradicional de 10 MP da tela externa ou a lente de 4 MP sob a tela interna. Como era de se esperar, em virtude do hardware mais robusto, a câmera principal entregou as melhores fotos, apesar de ter saturação intensa. Com isso, o portal focou seu review mais recente no uso desse sensor.

Além de resolução de 12 MP, o sensor principal do dobrável traz pixels de 1,8 micrômetro, campo de visão de 83°, abertura de f/1.8, foco automático Dual Pixel e estabilização óptica de imagem (OIS). Segundo os especialistas, essa combinação entrega bom nível de detalhes em fotos e vídeos na distância de selfies, baixo nível de ruído e amplo alcance dinâmico em todas as condições, balanço de branco preciso em ambientes internos, além de boa exposição, balanço de branco preciso e cores naturais em vídeos.

Como pontos negativos, os engenheiros do DXOMARK apontam subexposição em tons de pele mais escuros, profundidade de campo limitada em fotos em grupo e rostos fora de foco, ausência de flash para selfies em baixa luz, vibrações de OIS mesmo quando o celular é montado em um tripé, cores e balanço de branco imprecisos em vídeos em baixa luz, e presença de artefatos como excesso de nitidez e ringing em gravações.

Exemplos de fotos

Exemplos de vídeos

Samsung Galaxy Z Fold 3: câmera traseira para selfies

Com 98 pontos, o Samsung Galaxy Z Fold 3 curiosamente não se posiciona entre os melhores smartphones para selfies, mesmo utilizando o sensor traseiro. A saturação exagerada, a dificuldade de entregar exposição precisa para tons mais escuros de pele, os artefatos em vídeos e as vibrações da estabilização óptica são alguns dos principais obstáculos para que o dispositivo se posicione melhor.

Dito isso, o telefone ainda consegue entregar uma boa qualidade de imagem e assim ser competitivo com alguns dos celulares mais avançados, empatando com o iPhone 12 Pro Max e assumindo uma posição bastante próxima a modelos como o Galaxy S21 Ultra com Snapdragon e o Pixel 6 Pro.

Samsung Galaxy Z Fold 3: ficha técnica

  • Tela Interna: Dynamic AMOLED 2X de 7,6 polegadas, proporção 22,5:18, resolução QXGA+ de 2208 x 1768 pixels, taxa de atualização de 120 Hz
  • Tela Externa: Dynamic AMOLED 2X de 6,2 polegadas, proporção 24,5:9, resolução HD+ de 2268 x 832 pixels, taxa de atualização de 120 Hz
  • Chipset: Qualcomm Snapdragon 888
  • Memória RAM: 12 GB
  • Armazenamento interno: 256 GB ou 512 GB UFS 3.1
  • Câmera traseira: 12 MP (Principal, f/1.8, OIS) + 12 MP (Ultrawide, f/2.2, 123°) + 12 MP (Telefoto, zoom óptico de 2x, digital de 10x, OIS)
  • Câmera frontal: 10 MP (f/2.2, externa), 4 MP (f/1.8, interna, sob o display)
  • Dimensões: 158,2 x 128,1 x 6,4 mm (aberto), 158,2 x 67,1 x 16 ~ 14,4 mm (dobrado)
  • Peso: 271 gramas
  • Bateria: 4.500 mAh com carregamento rápido de 25 W
  • Extras: 5G, Wi-Fi 6, NFC, Bluetooth 5.2, conexão UWB, suporte à S Pen (Fold Edition ou S Pen Pro), certificação IPX8, leitor de digitais na lateral, áudio estéreo
  • Cores disponíveis: preto, prata e verde
  • Sistema operacional: Android 11, sob a One UI 3.1.1 (Android 12 com One UI 4.1 já disponível)

Fonte: DXOMARK (1, 2)