Nokia C20 vs. Moto E6i vs. Galaxy A01 Core: qual o melhor com Android Go?

Por Diego Sousa | Editado por Wallace Moté | 09 de Abril de 2021 às 11h00

clique para compartilhar

Link copiado!

A HMD Global reformulou sua linha Nokia 1.X nesta semana com os novos Nokia C10 e C20, sendo este último o aparelho mais “potente” da família que traz o sistema operacional Android Go como principal chamariz. O lançamento aposta em tela HD de 6,5 polegadas, processador de oito núcleos e câmera de 5 MP com HDR para tentar conquistar o público que busca apenas o básico, como ver redes sociais e e-mails.

Mesmo que o Nokia C20 ainda não esteja à venda no Brasil, há alguns smartphones disponíveis por aqui que possuem a mesma proposta que o rival, casos do Moto E6i e do Galaxy A01 Core. Como se tratam de aparelhos de grandes empresas, obviamente surge a dúvida sobre qual atende melhor as necessidades mais básicas. Pensando nisso, o Canaltech colocou os três modelos lado a lado para destacar as principais diferenças e semelhanças entre eles.

Construção e design

Os três aparelhos possuem uma construção bastante simples, com tampa traseira de plástico e bordas bem mais visíveis em relação ao que outras linhas mais caras oferecem — isso não chega a ser um ponto completamente negativo, já que eles têm uma proposta mais básica. O Nokia C20, no entanto, é o que traz o visual mais atual e atraente, trazendo um módulo de câmeras circular e um notch em formato de gota para a câmera frontal.

O Moto E6i também oferece um recorte na região superior frontal para o sensor de selfies, o que dá uma sensação extra de smartphone mais atual, embora a tampa traseira não traga nenhum diferencial além das câmeras e do alto-falante.

Um diferencial presente somente no smartphone da Motorola é a presença do leitor de digitais na traseira, em cima do logo da marca, enquanto os rivais trazem apenas a opção de desbloqueio facial, solução menos segura e lenta em relação ao desbloqueio por digitais.

O Galaxy A01 Core é o mais “datado” dos três, já que oferece bordas mais próximas aos celulares mais antigos — pelo menos, a parte de trás tem uma aparência que simula textura, visualmente interessante.

Tela

  • Nokia C20: 6,5 polegadas, resolução HD+, IPS LCD;
  • Motorola Moto E6i: 6,1 polegadas, resolução HD+, IPS LCD;
  • Samsung Galaxy A01 Core: 5,4 polegadas, resolução HD+, IPS LCD.

Se você procura um celular básico, mas com tela grande para assistir vídeos no YouTube e filmes na Netflix, o Nokia C20 é o mais indicado com suas 6,5 polegadas. O Moto E6i é o intermediário com 6,1 polegadas, o que é ideal para quem quer o equilíbrio, enquanto o Galaxy A01 Core oferece apenas 5,3 polegadas, um dos menores smartphones disponíveis no Brasil nos últimos anos.

Apesar do tamanho que vai de acordo com a preferência de cada usuário, os três oferecem resolução HD+ e tecnologia LCD, combinação muito presente nos modelos do segmento de entrada. Na prática, a diferença de qualidade entre os aparelhos não será muito grande, sendo possível visualizar conteúdos multimídia com qualidade satisfatória.

Câmeras

  • Nokia C20: 5 MP (principal) + 5 MP (frontal);
  • Motorola Moto E6i: 13 MP (principal) + 2 MP (profundidade) + 5 MP (frontal);
  • Samsung Galaxy A01 Core: 8 MP (principal) + 5 MP (frontal).

Quando o assunto é câmera, o Moto E6i leva vantagem por oferecer um sensor fotográfico extra que auxilia no famoso Modo Retrato — aquele modo que desfoca o fundo das imagens e foca o objeto principal. Além disso, o sensor principal do smartphone tem 13 MP de resolução, que promete mais qualidade que os 8 MP do Samsung e 5 MP do Nokia. Para selfies, no entanto, os três são equipados com uma câmera básica de 5 MP.

Com relação aos extras, o processador mais básico dos três aparelhos permite gravação de vídeos apenas em até Full HD (1.920 por 1.080 pixels) a 30 quadros por segundo (fps), sem contar com recursos de HDR, Modo Retrato, Modo Noturno, foco automático e zoom digital. Já a câmera frontal dos três também pode ser usada para fazer o desbloqueio dos aparelhos, método não tão seguro. Além disso, somente o Nokia C20 oferece um flash LED frontal.

Processamento e memória

  • Nokia C20: Unisoc SC9863a octa-core até 1,6 GHz;
  • Motorola Moto E6i: Unisoc SC9863a octa-core até 1,6 GHz;
  • Samsung Galaxy A01 Core: MediaTek MT6739 quad-core até 1,5 GHz.

Por dentro, o Nokia C20 e o Moto E6i são equipados com o processador Unisoc SC9863a de 28 nanômetros (nm), um octa-core Cortex A55 rodando a até 1,6 GHz. O processador é bastante básico, mas deve ser suficiente para desempenhar tarefas do dia a dia sem grandes problemas. O Galaxy A01 Core, por sua vez, trabalha com um MediaTek de apenas quatro núcleos, considerado defasado atualmente.

Apesar de ser menos potente, o celular da Samsung trabalha com 2 GB de memória RAM, quantidade considerada ideal para rodar os aplicativos do sistema Android GO sem maiores problemas. O Moto E6i e o Nokia C20 também possuem 2 GB, o que, combinado ao chipset octa-core, deve ser oferecer um desempenho satisfatório para a categoria.

Embora a capacidade de armazenamento não seja o foco desses aparelhos mais básicos, vale destacar que os três trazem 32 GB de espaço para guardar aplicativos, fotos e vídeos, com suporte para expansão via cartão de memória para até 512 GB.

Bateria e recursos extras

Com relação à bateria, todos contam com 3.000 mAh, capacidade padrão dos smartphones com sistema Android GO. Devido ao processamento menos exigente e os aplicativos mais leves, é provável que todos tragam basicamente a mesma autonomia de bateria. Infelizmente, nenhum traz suporte ao carregamento rápido por conta da porta microUSB, solução muito pouca usada atualmente mesmo nos modelos mais básicos.

Embora o Galaxy A01 Core seja o mais simples dos três, a Samsung incluiu Bluetooth na versão 5.0, mais atual que o 4.2 dos rivais, o que deve oferecer uma conexão mais ampla e sem maiores problemas de pareamento. Como mencionado mais acima, somente o Moto E6i traz leitor de impressões digitais posicionado na traseira, enquanto os outros dois têm o desbloqueio facial como única opção.

NFC para pagamentos por proximidade e tecnologia 5G também não estão disponíveis, compreensível devido à proposta dos aparelhos. Já o Android Go, principal destaque dos aparelhos, oferece aplicativos até 50% menores que suas versões tradicionais, o que, claro, ajuda a desafogar o processamento e, consequentemente, diminuir o consumo de energia.

Uma vantagem do Nokia C20 é o sistema operacional Android 11 GO, versão mais atualizada do software de entrada do Google, enquanto os concorrentes permanecem com a versão 10. Além disso, a HMD/Nokia promete atualizações de segurança por dois anos, o que deve dar um maior tempo de vida em relação aos rivais.

Qual vale mais a pena?

O Nokia C20 é uma interessante adição no mercado de aparelhos básicos com sistema operacional Android GO, e tem como principal novidade os dois anos de atualizações de segurança do software. Embora ele traga um conjunto menos interessante do que o Moto E6i, não contando com leitor de digitais e uma câmera de profundidade, por exemplo, o celular da Nokia pode ser uma opção mais acertada atualmente considerando os planos a longo prazo.

A tela maior do C20 também pode agradar os usuários que gostam de consumir conteúdos multimídia pelo smartphone. No entanto, vale mencionar, também, o Moto E6i para quem procura um aparelho básico com display "pequeno" e foco no departamento de câmeras, já que oferece um sensor de profundidade para auxiliar no famoso Modo Retrato.

O Galaxy A01 Core é o menos indicado dos três, principalmente pelo design com bordas extremamente visíveis e pelo processador de quatro núcleos. A única vantagem do celular da Samsung é a presença do Bluetooth 5.0, embora na prática essa vantagem não deva ser tão significativa para valer a compra.

E aí, qual dos três aparelhos com Android GO oferece o melhor conjunto básico? Infelizmente, o Nokia C20 não tem previsão de lançamento no mercado brasileiro, mas você pode encontrar o Moto E6i e o Galaxy A01 Core com os melhores preços nos links abaixo!

Nokia C20: ficha técnica

  • Tela: 6,5 polegadas, resolução HD+, IPS LCD;
  • Chipset: Unisoc SC9863a octa-core até 1,6 GHz;
  • Memória RAM: até 2 GB;
  • Armazenamento interno: até 32 GB;
  • Câmera traseira: 8 MP;
  • Câmera frontal: 5 MP;
  • Bateria: 3.000 mAh;
  • Extras: HDR, BT 4.2, recarga de 5 watts, desbloqueio facial, 2 anos de atualizações de software;
  • Cores disponíveis: areia e azul-escuro;
  • Sistema operacional: Android 11 GO.

Motorola Moto E6i: ficha técnica

  • Tela: 6,1 polegadas, resolução HD+, IPS LCD;
  • Chipset: Unisoc SC9863a octa-core até 1,6 GHz;
  • Memória RAM: 2 GB;
  • Armazenamento interno: 32 GB;
  • Câmera traseira: 13 MP (principal) + 2 MP (profundidade);
  • Câmera frontal: 5 MP;
  • Bateria: 3.000 mAh;
  • Extras: HDR, BT 4.2, desbloqueio por digitais;
  • Cores disponíveis: preto e rosa;
  • Sistema operacional: Android 10 GO.

Samsung Galaxy A01 Core: ficha técnica

  • Tela: 5.4 polegadas, resolução HD+, TFT LCD;
  • Chipset: MediaTek MT6739 quad-core até 1,5 GHz;
  • Memória RAM: 2 GB;
  • Armazenamento interno: 32 GB;
  • Câmera traseira: 8 MP;
  • Câmera frontal: 5 MP;
  • Bateria: 3.000 mAh;
  • Extras: HDR, BT 5.0, desbloqueio facial;
  • Cores disponíveis: preto, azul e vermelho;
  • Sistema operacional: Android 10 GO.