China cria padrão de carregamento rápido com apoio de Xiaomi, Huawei e OPPO

Por Victor Carvalho | Editado por Wallace Moté | 29 de Setembro de 2022 às 16h13

clique para compartilhar

Link copiado!

Tudo sobre Xiaomi
ver mais

A China anunciou nesta quinta-feira (29) a criação de um padrão universal para carregamento rápido que será adotado por algumas das principais fabricantes de smartphones do mundo. O Universal Fast Charging Specification, ou apenas UFCS, tem apoio de marcas conhecidas globalmente como Xiaomi, Huawei, OPPO e Vivo Mobile, e dispositivos com o novo padrão serão lançados "em breve".

O UFCS foi apresentado pela Associação de Padrões de Comunicações da China e chegará inicialmente em dois estágios aos smartphones chineses. O primeiro oferece garantia para potência de carregamento de 40 W, enquanto o segundo garante capacidade de 65 W.

A associação destaca cinco pontos importantes para a criação do UFCS:

  1. Fornecer e ampliar adoção de soluções avançadas para carregamento rápido;
  2. Encorajar aplicação de padrão único em todo o mundo;
  3. Facilitar o desenvolvimento de tecnologias mais avançadas para recarga;
  4. Incentivar que mais empresas usem um padrão único de carregamento rápido;
  5. Ajudar a melhorar a certificação e identificação de terceiros.

China busca maior influência no mercado global

Em pesquisa recente da Counterpoint Research, é revelado que Xiaomi, OPPO e Vivo Mobile são três das maiores fabricantes de celulares no mundo. As empresas estão posicionadas logo abaixo da Samsung, em primeiro lugar, e Apple, em segundo.

Com a chegada de um padrão para unificação do carregamento rápido em dispositivos móveis e apoio das quatro maiores fabricantes do país, a China busca se manter como uma potência no segmento e instigar outras grandes companhias a adotar seu sistema UFCS.

É esperado que o UFCS ganhe mais estágios de carregamento rápido com o passar dos anos, uma vez que atualmente empresas já apresentaram soluções próprias de carregamento superior aos 40 W e 65 W da associação, atingindo impressionantes 120 W, 150 W, 180 W e até mesmo 200 W de potência, capaz de completar a bateria do iQOO 10 Pro em menos de 10 minutos.

Fonte: Gizmochina