Rockstar Games confirma ataque cibernético que levou ao vazamento de GTA 6

Rockstar Games confirma ataque cibernético que levou ao vazamento de GTA 6

Por Felipe Demartini | Editado por Claudio Yuge | 19 de Setembro de 2022 às 13h20
Imagem: Reprodução/Rockstar

A Rockstar Games, desenvolvedora da série Grand Theft Auto, confirmou nesta segunda-feira (19) que um ataque cibercriminoso foi o responsável pelo vazamento das primeiras imagens de GTA 6. O título, ainda em desenvolvimento e que não havia nem sido anunciado oficialmente, aparece em cerca de 90 cenas não-finalizadas que revelam personagens, cenários e um pouco de sua jogabilidade.

Na publicação oficial, feita nas redes sociais, a produtora se diz extremamente desapontada que o jogo tenha sido exibido ao público desta maneira. De acordo com ela, os trabalhos em GTA 6 seguem como planejado, de forma a exceder as expectativas dos fãs, enquanto a devida apresentação oficial do game também será feita dentro do cronograma inicial.

"Recentemente, sofremos uma invasão de rede, em que um terceiro não-autorizado acessou e baixou ilegalmente informações confidenciais de nossos sistemas, incluindo imagens do desenvolvimento inicial para o próximo Grand Theft Auto. Agora, não planejamos nenhuma interrupção nos nossos serviços de jogos online nem qualquer efeito de longo prazo no desenvolvimento dos nossos projetos em andamento.

Estamos extremamente desapontados por ter quaisquer detalhes do nosso próximo jogo compartilhado com todos vocês dessa forma. Nosso trabalho no próximo jogo Grand Theft Auto continuará conforme planejado, e continuamos comprometidos como sempre em entregar uma experiência para vocês, nossos jogadores, que realmente exceda suas expectativas. Nós atualizaremos vocês novamente em breve e, é claro, vamos apresentá-los ao nosso jogo quando ele estiver pronto. Queremos agradecer a todos pelo carinho nesta situação."

Sobre o ataque em si, a Rockstar não divulgou muitos detalhes, afirmando apenas que uma intrusão em suas redes por terceiros permitiu o acesso e download de informações confidenciais. As imagens do novo Grand Theft Auto não seria a única coisa obtida pelos responsáveis, enquanto o comunicado aponta que não houve dano às plataformas de jogos online e demais serviços conectados, que seguem funcionando normalmente. A empresa, também, não falou no comprometimento de dados de usuários.

Fora dos comunicados oficiais, o cibercriminoso responsável pelo vazamento, que aconteceu em um fórum dedicado à série de games de ação, afirma ser o mesmo por trás do ataque à Uber, confirmado na última semana. Entre os dados obtidos estariam os códigos-fontes de GTA 6 e, também, do game anterior da franquia, Grand Theft Auto V — parciais destes arquivos já estariam disponíveis como amostra.

Volume de 3 GB, com cerca de 90 vídeos, trouxe à tona imagens não-finalizadas de GTA 6; criminoso responsável está extorquindo produtora e promete publicar mais, incluindo códigos-fonte dos títulos da série (Imagem: Reprodução/Bleeping Computer)

Enquanto aguarda o resgate da Rockstar, o criminoso que se identificou apenas como teapotuberhacker também disse que o código-fonte do quinto game da série está à venda a partir de US$ 10 mil (cerca de R$ 52 mil, em conversão direta), mas que a programação do futuro lançamento não será comercializada assim. Ainda, ele diz ter uma versão jogável do novo título, que também poderia ser disponibilizada caso a produtora não ceda à extorsão.

"Não que houvesse muita dúvida, mas confirmei com fontes da Rockstar que o grande vazamento de Grand Theft Auto VI deste final de semana é real. As imagens não estão finalizadas, claro. Este é um dos maiores vazamentos da história dos vídeo games e um pesadelo para a Rockstar Games."

O caso foi considerado pelo jornalista Jason Schreier, da Bloomberg e com anos de experiência no mercado de games, como um dos maiores vazamentos da história desta indústria. Enquanto isso, as imagens vazadas estão sendo removidas de sites como Twitter, YouTube e Twitch, enquanto circulam livremente em grupos no Telegram.

Com informações do Bleeping Computer.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.