Covid mata duas crianças menores de 5 anos por dia no Brasil

Por Luciana Zaramela | 29 de Junho de 2022 às 15h10

clique para compartilhar

Link copiado!

Dados coletados pelos coordenadores do Observa Infância mostram que, desde o começo da pandemia, duas crianças menores de 5 anos morreram por dia no Brasil. Apenas no ano de 2020, foram registradas 599 mortes nessa faixa etária, e mais 840 em 2021. Nos dois primeiros anos de pandemia, no país, o total de crianças de até 5 anos mortas em decorrência da infecção foi de 1.439.

Anteriormente, o Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde divulgou dados preliminares, indicando que a média de duas mortes diárias ainda se mantém em 2022. Foram 291 mortes contabilizadas na faixa etária entre janeiro e 13 de junho deste ano.

Patrícia Boccolini, coordenadora do Observa Infância, aponta que crianças com idades entre 29 dias até 1 ano são as mais vulneráveis. “Bebês nessa faixa etária respondem por quase metade dos óbitos registrados entre crianças menores de 5 anos. É preciso celeridade para levar a proteção das vacinas a bebês e crianças, especialmente de 6 meses a 3 anos. A cada dia que passamos sem vacina contra Covid-19 para menores de 5 anos, o Brasil perde duas crianças”, enfatiza.

De acordo com Cristiano Boccolini, também coordenador do Observa Infância, os dados se referem aos óbitos nos quais a covid foi registrada como causa básica ou como uma das causas da morte (quando, por exemplo, a infecção gera complicações ou agrava alguma condição pre-existente). “Na análise do Observa Infância consideramos também as mortes em que a Covid-19 agravou um quadro preexistente. Quer dizer, embora nem todas essas crianças tenham morrido de Covid-19, todas morreram com Covid-19”, esclarece.

Para o boletim, os dados foram coletados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), tendo passado por revisão do Ministério da Saúde e das secretarias estaduais e municipais de saúde. Tais dados foram analisados por coordenadores do Observa Infância.

Fonte: Observa Infância, via Fiocruz