Melhores alternativas ao Xiaomi Mi 9

Por Igor Leves de Almeida | Editado por Léo Müller | 02 de Dezembro de 2021 às 18h30

clique para compartilhar

Link copiado!

Galaxy S20 FE
ver mais

Há quem diga que um celular topo de linha pode durar vários anos até que ele comece a ficar defasado na sua mão. Contudo, comprar um celular que já tem vários sucessores — como é o caso do Xiaomi Mi 9 — pode não ser uma boa ideia. Dessa forma, o Canaltech selecionou as melhores alternativas ao top de linha base que a chinesa lançou em fevereiro de 2020.

Os recentes lançamentos dos principais concorrentes mostram como o ex-top de linha já não entrega muito para os padrões de hoje. Já podemos ver diversas opções, inclusive intermediárias, que desbancam com folga o antigo flagship em alguns quesitos.

A partir disso elencamos alguns critérios para selecionar as melhores alternativas:

  • Suporte à rede 5G
  • Número de atualizações
  • Chips mais eficientes
  • Preço

Após nossa pesquisa, selecionamos os principais aparelhos que se encaixavam nesses quesitos. Alguns não cumpriram com todos, porém ainda se mostraram uma escolha interessante. De forma que os celulares selecionados como melhores alternativas ao Xiaomi Mi 9 foram:

Continua com a gente para entender detalhadamente porque fizemos essas escolhas.

iPhone SE (2020) é uma boa alternativa ao Xiaomi Mi 9?

Vantagens:

  • Maior longevidade
  • Hardware acima da média
  • Excelente Revenda

Desvantagens:

  • Preço mais alto
  • Construção mais defasada
  • Sem suporte ao 5G

Para você que está acostumado com o mundo Android, falar de aparelhos Apple pode assustar um pouco. Porém, o iPhone SE se mostra uma alternativa muito interessante ao Mi 9. Tanto porque ele é um aparelho mais recente (lançado no final de 2020) quanto também pela sua performance.

Ele vem integrado com o chipset A13 Bionic, o mesmo do iPhone 11. De forma que oferece excelente desempenho, podendo rodar qualquer aplicativo disponível na Apple Store.

A sua longevidade é outro diferencial deste aparelho. Isto significa um suporte contínuo da fabricante com atualizações regulares e constantes.

Se você está procurando um aparelho para durar vários anos, o iPhone SE é uma escolha segura nesse sentido. Já que, pelo histórico da Maçã, ele ainda vai receber diversas atualizações, desde novidades para o sistema operacional até os updates de segurança.

Além disso, aparelhos Apple costumam ter um bom valor de revenda, mesmo após vários anos de uso. Assim, ele pode ajudar você, futuramente, quando estiver interessado em trocar de celular.

Uma desvantagem deste smartphone é a falta de suporte à rede 5G. O que pode se tornar um complicador, já que você vai ficar à margem dessa tecnologia até trocar para um aparelho compatível. Vale lembrar que as grandes capitais brasileiras já devem contar com 5G em meados de 2022.

Galaxy S20 FE é melhor que o Xiaomi Mi 9?

Vantagens:

  • Bateria de 5.000 mAh
  • Tela Super AMOLED
  • Suporte ao 5G

Desvantagens:

  • Acabamento mais simples
  • Menor número de atualizações

Este smartphone é, praticamente, o concorrente direto do aparelho citado acima. Entretanto, ele traz algumas diferenças em relação ao seu rival e também tem outras melhorias quando comparado ao Mi 9.

O Galaxy S20 FE é a versão acessível do topo de linha da sul-coreana. Sendo lançado também no final de 2020, ele oferece configurações bem atualizadas.Entre elas, o suporte ao 5G.

Isso quer dizer que você não precisará trocar tão cedo de celular, assim que as redes da nova geração começarem a funcionar.

Ainda sobre seu hardware, a opção mais em conta da linha de 2020 tem uma memória RAM de 12 GB e 256 GB de armazenamento interno, que pode ser expandido via cartão MicroSD.

Outra vantagem do S20 FE, que o torna uma boa alternativa ao Xiaomi Mi 9, é sua bateria de 5.000 mAh. Um belo upgrade em relação aos 3.300 mAh da fabricante chinesa.

Por fim, o Galaxy S20 FE traz uma tela Super AMOLED com a fluidez que os 120 Hz proporcionam. Para aqueles que ainda não experimentaram, uma maior taxa de atualização significa animações e movimentos na tela muito mais suaves.

Motorola Moto G100 traz configurações melhores que o Mi 9

Vantagens:

  • Tela grande
  • Ideal para filmes
  • Processador potente

Desvantagens:

  • Garantia de apenas uma grande atualização
  • Tela IPS LCD (baixo contraste)
  • Preço acima da média

Ainda no universo Android, o Motorola Moto G100 se mostra como mais uma alternativa ao Mi 9. É um aparelho lançado no ano de 2021, sendo mais novo que os anteriores da lista.

Seu Snapdragon 870 desbanca com facilidade o 845, que integra o Xiaomi. Isso o torna mais potente e versátil para rodar diversos aplicativos. Ele também oferece suporte à rede 5G.

Para você que gosta de telas grandes, esse celular possui uma das maiores nesta lista. Com 6,6 polegadas, ela também tem taxa de atualização de 120 Hz, apesar de oferecer contrastes inferiores, já que é uma tela IPS LCD.

Ainda assim, para você, que curte assistir a filmes e séries, ela vai te entregar uma excelente imersão. Enquanto o display do Mi 9 conta apenas com 6,4 polegadas.

No entanto, é preciso sempre ficar atento às políticas de atualização da fabricante. Já que no sistema Android - isso pode variar muito de marca para marca.

Xiaomi Mi 11 Lite 5G é uma excelente alternativa ao Mi 9

Vantagens:

  • Processador eficiente
  • Mesmo sistema operacional

Desvantagens:

  • Acabamento básico
  • Menor número de atualizações

Para os fãs da MIUI, e que não estão interessados em sair do ecossistema, o Mi 11 Lite 5G é uma excelente alternativa ao flagship de 2019 da Xiaomi.

Começando pelo fato de ele oferecer mais recursos e novidades que o top de linha, que já se encontra bem defasado.

Seu chipset, o Snapdragon 780G, tem uma performance muito acima da média, quase como um celular premium. Ele é tão eficiente quanto rápido, por ser um processador revisado e mais atualizado.

De forma que, se o seu interesse for jogos, ele dá conta do recado com certa folga. Contudo, ainda é um intermediário, tendo sofrido alguns cortes e simplificações. Seja na sua construção ou na qualidade do material.

Devido ao nome do modelo, não resta dúvidas que ele está preparado para receber a rede 5G. Permitindo assim maior longevidade do aparelho.

Contudo, é sempre importante reforçar a questão das atualizações que serão disponibilizadas para o Mi 11 Lite 5G. Visto que a Xiaomi não costuma oferecer suporte a aparelhos mais velhos. Ainda assim, com certeza você terá um bom celular por pelo menos mais uns 2 ou 3 anos.

Xiaomi Redmi Note 10 Pro é outra alternativa ao Xiami Mi 9

Vantagens:

  • Preço competitivo
  • Processador acima da média
  • Excelente conjunto de câmeras

Desvantagens:

  • Suporte da fabricante
  • Celular importado
  • Tela IPS LCD

Quando falamos que o Mi 9 não envelheceu muito bem, não estávamos de brincadeira, já que até intermediários (da mesma marca) se mostram melhores do que ele. E o Redmi Note 10 Pro está aqui para provar esse ponto.

Apesar de ser da mesma fabricante, este intermediário consegue ser uma opção muito interessante, perante o top de linha da geração anterior.

O grande destaque deste aparelho é seu conjunto óptico, mais especificamente sua câmera principal de 64 MP. Ela captura imagens incríveis, com muitos detalhes.Ademais, seu sensor consegue fazer vídeos em até 4K.

Novamente, temos um celular ideal para você que curte assistir à Netflix ou YouTube pelo celular. O Redmi Note 10 Pro tem uma tela de 6,6 polegadas IPS LCD com taxa de atualização de 120 Hz. Trata-se de um bom display para curtir filmes e séries, apesar de não apresentar o contraste superior que encontramos nos displays de AMOLED.

Ele também não tem o sufixo “Pro” no nome à toa. Seu chipset MediaTek 1100 é um SoC acima da média e consegue entregar excelentes performances, ainda mais quando comparamos com o Snapdragon 855 do Mi 9.

Para completar esse conjunto, a bateria de 5.000 mAh garante várias horas de uso, seja para jogar um LoL Wildrift ou então assistir a sua série favorita durante a viagem.

Xiaomi Poco X3 Pro, uma alternativa ao Mi 9 ideal para jogos

Vantagens:

  • Ideal para jogos
  • Processador mais potente
  • Maior Tela

Desvantagens:

  • Acabamento simples
  • Câmeras com menor resolução
  • Menos acessível

Continuando nas fabricantes chinesas, o Poco X3 Pro também se mostra como uma ótima alternativa ao Xiaomi Mi 9. Sendo que seu grande diferencial está na performance do seu chipset, o Snapdragon 860.

Ele é o Android mais potente da lista, sendo indicado para público gamer que deseja extrair o máximo dos jogos, com resolução no ultra, sem engasgos ou travamentos.

Além do mais, ele tem a maior tela com 6,67 polegadas. Então se você deseja ficar na faixa de preço do Xiaomi Mi 9 e está procurando grande desempenho, este celular pode ser uma excelente pedida.

Outro destaque fica para a possibilidade de expandir seu armazenamento interno em até 1 TB. Isso, para você que curte jogos, permite guardar diversos aplicativos sem precisar se desapegar dos seus favoritos.

Contudo, a fabricante teve que fazer alguns cortes para garantir um preço competitivo. Entre eles, temos o acabamento todo em plástico e também a câmera principal, que conta com um sensor de “apenas” 48 MP.