Comparativo Moto G200 x Edge 20 Pro: duelo dos 'tops barato' da Motorola

Por Diego Sousa | Editado por Léo Müller | 23 de Maio de 2022 às 10h08

clique para compartilhar

Link copiado!

Edge 20 Pro
ver mais

O Motorola Moto G200 é o Motorola Moto G mais veloz que a Motorola vende atualmente, superando, inclusive, o poderoso Motorola Edge 20 Pro em desempenho. Mas será que a potência é a única coisa importante? Qual é o melhor em fotografia, audiovisual, bateria e sistema?

Como os dois celulares da Motorola têm praticamente o mesmo preço, decidi colocar os dois lado a lado para destacar suas semelhanças e particularidades, além de responder qual vale a pena em 2022. E, claro, deixarei links de compra confiáveis de cada um para você aproveitar!

Construção e design

Antes de mais nada, é importante esclarecer dois pontos: primeiro, o Edge 20 Pro é um smartphone premium, enquanto o Moto G200 é uma espécie de intermediário com desempenho de topo de linha; segundo, que ambos podem ser encontrados por preços bem semelhantes.

Ou seja, já deu para perceber que o G200 precisou economizar em alguns departamentos em virtude do maior poder de processamento. Um desses setores é, sem dúvida, a construção, já que ele é feito predominantemente de plástico, com vidro apenas na parte da frontal.

E é claro que, com isso, a pegada é menos premium que a do Edge 20 Pro, que aposta em vidro na tampa traseira e metal na moldura. No entanto, vale mencionar que nenhum dos dois oferece resistência contra água e poeira, nem suporte a carregamento sem fio.

No visual, considero o Edge 20 Pro mais “bem acabado”. Mesmo abandonando a estética curva, que gostei muito no primeiro Edge (2020), temos um design muito elegante, com detalhes quadriculados aparecendo quando refletido na luz.

Mas o Moto G200 também oferece uma aparência interessante para os padrões intermediários. As câmeras não ficam em um módulo, mas sim em uma espécie de lombada que segue a curvatura da traseira e dá uma sensação de continuidade. É interessante e pouco comum na indústria.

Tela

Na tela, também fica claro que a Motorola priorizou desempenho acima de tudo no Moto G200. Ele possui um painel IPS LCD de 6,8 polegadas com resolução Full HD, enquanto o irmão sofisticado vem com um OLED de 6,7 polegadas, mais resolução Full HD.

Bom, como você já deve estar careca de saber, o OLED é superior ao LCD em tudo. Os pretos são mais profundos, as cores mais vivas e o brilho, bem mais intenso. Em definição, entretanto, ambos apresentam níveis agradáveis, mesmo com displays relativamente grandes.

Inclusive, esse é um ponto para você ficar atento. Estamos falando de smartphones grandalhões, então passe longe deles se você não curte telas avantajadas. O G200 é ainda mais exagerado com suas 6,8 polegadas, fazendo com que ele seja mais esticado que a maioria dos aparelhos.

Em extras, temos taxa de atualização de 144 Hz nos dois dispositivos, prometendo animações mais suaves e jogos mais fluidos. Ambos também oferecem suporte ao padrão HDR10, mas o Edge 20 Pro é um pouco superior ao suportar o HDR10+, melhor em filmes e séries.

Configurações e desempenho

É aqui onde o jogo vira para o Moto G200. Como eu comentei no início dessa pauta, G200 é o Moto G mais veloz já lançado, munindo do chipset Snapdragon 888 Plus. Em que momento imaginaríamos que veríamos um Moto G mais rápido que modelos como S21 Ultra, Galaxy Z Fold 3 e Mi 11 Ultra?

E ele é tudo isso mesmo: não há nada disponível na Play Store que o G200 não consiga rodar com extrema fluidez. Meu colega Felipe Junqueira, quem o analisou para o Canaltech, disse não ter percebido nenhum sinal de engasgo ou lentidão, mesmo em tarefas pesadas.

Completam as especificações do smartphone: 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento interno, combinação mais que suficiente para muito tempo de utilização.

O Edge 20 Pro, por outro lado, tem foco em equilíbrio, portanto ele tem peças mais premium, embora o desempenho não seja o melhor de todos. Por dentro, ele roda o Snapdragon 870, aliado a 12 GB de RAM e 256 GB de armazenamento interno. A plataforma que fica no meio entre o Snapdragon 888 e o Snapdragon 865+.

Nos meus testes com o aparelho, também não senti nenhum engasgo ou queda de desempenho em jogos. Aplicativos de redes sociais, mensageiros, streaming e editores também funcionaram perfeitamente por aqui, e provavelmente deve se manter assim por um bom tempo.

Mas é aquilo: as chances do Edge 20 Pro mostrar sinais de cansaço mais rapidamente em relação ao G200 são altas, apesar de que isso não deve acontecer tão cedo.

Sistema e usabilidade

De que adianta ser um dos celulares mais potentes do Brasil se não ganhará mais atualizações? Pois é, o G200, lançado em 2021 com Android 11, parou no atual Android 12, e passará a receber apenas novidades de segurança por mais algum tempo.

Ou seja, você que quiser comprar o G200 em 2022, saiba que ele não ganhará o inédito Android 13, previsto para o terceiro trimestre deste ano. É realmente uma pena.

O Edge 20 Pro não está muito atrás do irmão Moto G, mas pelo menos terá um fôlego extra. Ele também chegou com o Android 11, recebeu o Android 12 e será atualizado para a próxima geração, segundo a Motorola.

Resumindo, pensando em longevidade, o Edge 20 Pro, mesmo sendo mais fraco em relação ao G200, é a opção mais ideal para 2022.

Com relação à usabilidade, repito o que comentei no tópico acima: ambos rodam perfeitamente todas as tarefas, incluindo a navegação pela interface My UX. Inclusive, por serem de uma categoria acima, eles também possuem suporte ao Ready For, semelhante ao DeX.

Câmeras

Os dois celulares compartilham da mesma câmera principal de 108 MP com abertura de f/1.9 e foco por detecção de fase (PDAF). Na ultrawide, o Edge 20 Pro tem um sensor de 16 MP, contra 13 MP do G200. Já a terceira lente difere bastante nos dois, já que o topo de linha traz uma telefoto com zoom de 5x, enquanto o irmão tem um sensor para profundidade.

A Motorola não se destaca tanto em fotografia quanto as outras marcas, mas os dois celulares produzem boas fotos com a câmera principal de 108 MP.

O pós-processamento do G200 puxa mais para o natural, o que pode agradar quem gosta de editar as imagens antes, enquanto o Edge 20 Pro tende para o saturado, me agradando mais.

Na ultrawide, o G200 decepciona ao adicionar muito contraste às fotos, fazendo com que os detalhes se percam. Para piorar, o alcance dinâmico é ruim, dando aos resultados uma aparência de intermediário barato. É completamente diferente do Edge 20 Pro, que faz fotos com ótimas cores e poucas distorções.

Outro destaque do Edge 20 Pro é a câmera periscópica de 8 MP. O zoom óptico de 5x é excelente, ideal para capturar objetos mais longes, mas não recomendo utilizar o alcance máximo de 50x, pois a qualidade piora muito.

Vale mencionar que a câmera ultrawide dos dois dispositivos produzem fotos macro, e a qualidade é ótima. Por ter mais resoluções, as imagens têm definição e boas cores.

Galeria de fotos do Moto G200

Modo retrato não é ruim, mas apresenta mais falhas do que seria aceitável em um celular poderoso como o Moto G200

Felipe Junqueira/Canaltech

Galaria de fotos do Edge 20 Pro

Motorola Edge 20 Pro fotos

Diego Sousa/Canaltech

Bateria e carregamento

Na bateria, o Edge 20 Pro tem 4.500 mAh, enquanto o Moto G200 possui 5.000 mAh. Os dois devem entregar uma autonomia para dois dias de uso moderado ou um dia de utilização pesada.

No nosso teste padrão de Netflix, com os celulares conectados ao Wi-Fi, sem chip de operadora e com brilho configurado em 50%, o Edge 20 Pro consumiu 22% em três horas de reprodução, contra 15% do G200. Isso dá uma estimativa de cerca de 13 e 20 horas, respectivamente. Ou seja, o G200 consegue ficar bem mais tempo longe das tomadas.

Com relação ao carregamento, o Edge 20 Pro suporta uma potência de 30 W, contra 33 W do G200. No entanto, a diferença não deve ser tão grande nos dois, com ambos recarregando suas baterias completamente em menos de uma hora de vinte minutos.

Comparativo de fichas técnicas

Moto G200Edge 20 Pro
Dimensões e peso168.1 x 75.5 x 8.9 mm, 202 g163 x 76 x 8 mm. 190 g
ConstruçãoPlásticoVidro e metal
Tela6,8", IPS LCD, Full HD, 144 Hz6,7", OLED, Full HD, 144 Hz
ChipsetSnapdragon 888+ 5GSnapdragon 870 5G
RAM8 GB12 GB
Armazenamento256 GB256 GB
Câmeras108 MP + 13 MP + 2 MP + 16 MP108 MP + 16 MP + 8 MP + 32 MP
Bateria5.000 mAh4.500 mAh
PreçoR$ 2.999R$ 3.499

Moto G200 x Edge 20 Pro: qual é o melhor?

No final, fica claro que o Edge 20 Pro possui um conjunto mais equilibrado que o G200. Sua construção é mais robusta, a tela OLED tem melhor qualidade e o conjunto fotográfico é mais competente. Além disso, vale mencionar que ele ainda receberá mais uma atualização do Android.

O G200, por outro lado, só tem o poder de processamento como destaque. A tela IPS LCD não condiz com seu preço, assim como a construção plástica e a falta de atualizações do Android.

Com tudo isso, acredito que o adicional de R$ 500 do Edge 20 Pro em relação ao G200 acabe sendo justificado. Ele não é o mais veloz, porém supera o irmão em todo o resto.