Comparativo Galaxy M62 vs Moto G71: qual intermediário é melhor?

Por Felipe Junqueira | Editado por Léo Müller | 05 de Abril de 2022 às 10h10

clique para compartilhar

Link copiado!

Moto G71
ver mais

Galaxy M62 é o intermediário com potência de sobra da Samsung. Moto G71 é um celular potente e com bons recursos da Motorola. Qual dos dois vale mais a pena comprar?

Neste comparativo, o Canaltech analisa esses dois excelentes aparelhos para mostrar qual dos dois tem a melhor tela, o processador mais rápido, as melhores câmeras e a bateria que dura mais. Sem esquecer de falar na usabilidade e recursos bacanas que cada um oferece.

Veja a seguir se vale mais a pena investir no Samsung Galaxy M62 ou no Motorola Moto G71.

Design e Construção

  • Galaxy M62: 163,9 x 76,3 x 9,5 mm, 218 g;
  • Moto G71: 161,2 x 73,9 x 8,5 mm, 179 g.

Tanto o Galaxy M62 quanto o Moto G71 apostam em acabamento com plástico nas laterais e traseira, e vidro na frente. A tela de ambos ocupa uma grande área e tem bordas mínimas, e traz a câmera de selfies em um pequeno furo centralizado no topo.

Na traseira, ambos possuem conjuntos de câmera em um módulo no canto superior esquerdo. Porém, os formatos são diferentes, bem como o número de lentes: um quadrado com quatro sensores no Galaxy M62 e um retângulo com três no Moto G71.

Além disso, o modelo da Motorola traz o leitor de impressão digital no logo da marca. Você encontra este modelo nas cores azul ou verde, ao passo que o celular da Samsung chegou em azul ou preto por aqui.

Um detalhe que pode ser importante é a diferença nas dimensões. O Galaxy M62 tem tela 0,3 polegada maior, mas não é tão mais alto, com uma diferença de menos de 3 mm. A largura também fica por aí, o que mostra que as bordas na tela do Moto G71 são maiores. No entanto, o modelo da Motorola é consideravelmente mais leve.

Ambos ainda possuem conector para fone de ouvido e USB-C para o cabo de dados e energia. E nada de proteção adicional contra água e poeira além do design repelente a respingos.

Tela

  • Galaxy M62: Super AMOLED de 6,7 polegadas com resolução Full HD+ (1080 x 2400 pixels), 60 Hz;
  • Moto G71: AMOLED de 6,4 polegadas com resolução Full HD+ (1080 x 2400 pixels), 60 Hz.

Nada muito diferente além da resolução nas telas de Galaxy M62 e Moto G71. Apesar de o nome do tipo de painel parecer diferente, não é nada demais, são displays OLED com preto profundo e brilho bastante intenso para usar confortavelmente na rua.

Porém, ainda há uma vantagem para o modelo da Samsung. O brilho máximo é mais intenso, e as cores no geral parecem mais naturais do que no Moto G71. É um detalhe que apenas quem é mais exigente vai notar, mas eu recomendo uma boa analisada nos dois modelos em uma loja, se você puder, antes de fazer sua escolha.

Mas lembre-se que ambos possuem a mesma resolução de tela, Full HD, e também estão limitados à taxa de atualização de 60 Hz. Ou seja, se você está atrás de um celular com animações mais fluidas, deve procurar uma alternativa a esses dois.

Configuração e desempenho

  • Galaxy M62: Samsung Exynos 9825 (7 nm), processador Octa-core (2x 2,73 GHz Exynos M4 + 2x 2,4 GHz Cortex-A75 + 4x 1,95 GHz Cortex-A55), Mali-G76 MP2;
  • Moto G71: Snapdragon 695 (2x 2,2 GHz Kryo 660 Gold + 6x 1,7 GHz Kryo 660 Silver), Adreno 619.

Aqui já começam as diferenças entre os dois modelos. O Galaxy M62 traz em seu interior o mesmo chip que a Samsung usou no Galaxy Note 10. O Moto G71 tem uma plataforma mais recente, porém com menos potência bruta, o Snapdragon 695.

E aí, para quem busca velocidade de processamento, o celular da Samsung é bem mais interessante. O dispositivo aguenta muito bem os processos mais comuns do dia a dia e ainda tem sobra para tarefas um pouco mais pesadas. O da Motorola não é ruim para a atualidade, mas fica bem abaixo de seu concorrente.

E isso mesmo considerando que plataformas da Qualcomm costumam ser melhor otimizadas para jogos. Aqui, esta vantagem não aparece, visto o poder superior do Exynos 9825 sobre o Snapdragon 695.

E mais vantagem no modelo da Samsung é a memória, já que são 8 GB de RAm e 128 GB de armazenamento. Seu concorrente deste comparativo tem a mesma capacidade interna, mas traz 6 GB de RAM.

Porém há um ponto em que o modelo da Motorola ganha: já está pronto para o 5G, enquanto o Galaxy M62 tem poder de sobra, mas não vai se conectar à quinta geração da banda larga móvel. E aí vai de você pensar se isso seria vantagem para o seu uso e escolher o Moto G71, ou se não faz diferença, e ir de Galaxy M62.

Usabilidade

Os dois modelos saem da caixa originalmente com o Android 11 instalado. O Galaxy M62 deve receber ao menos mais uma versão do Android, depois da 12. Já o Moto G71 só tem um update de sistema garantido.

Além das atualizações, o modelo da Samsung traz a interface da companhia, que ao menos tem se aproximado da versão do Google ano a ano. Ainda assim traz muitos recursos bacanas ainda não absorvidos oficialmente pelo sistema operacional. O celular da Motorola tem quase só o básico, mas traz os gestos da marca.

Quanto ao desbloqueio por impressão digital, nada de leitura sob a tela. O Galaxy M62 tem o sensor embutido no botão de energia, enquanto o do Moto G71 fica na traseira.

Câmeras

  • Galaxy M62: 64 MP (f/1.8, principal) + 12 MP (f/2.2, ultrawide 123°) + 5 MP (f/2.4, macro) + 5 MP (f/2.4, profundidade); 32 MP (f/2.2, frontal);
  • Moto G71: 50 MP (f/1.8, principal) + 8 MP (f/2.2, ultra wide) + 2 MP (f/2.4, macro); 16 MP (f/2.2, frontal).

O Galaxy M62 tem câmeras de maior resolução em todos os sensores. É verdade que quantidade de pixels não é tudo em fotografia, mas neste caso, o Moto G71 realmente fica atrás.

O celular da Samsung oferece maior qualidade geral, com menos ruídos e maior equilíbrio de exposição. Além disso, as cores são mais precisas. O modelo da Motorola entrega fotos mais apagadas, e pode até ser mais interessante para quem gosta de cores mais lavadas.

Isso vale para todos os sensores. A Samsung tem feito um trabalho muito bom e quase igualou seus modelos intermediários aos seus topo de linha na qualidade fotográfica. E se os topo de linha da sul-coreana já são melhores que os topo de linha da Motorola em fotografia, imagine quando comparamos intermediários.

Ou seja, se você quer tirar boas fotografias, eu recomendo fortemente o Galaxy M62 entre os dois celulares deste comparativo. Mas também não é que o Moto G71 seja ruim ao tirar fotos, dá para conseguir boas imagens com ele, também. Só é um pouco mais difícil.

Galaxy M62: exemplos de fotos

Câmera principal com boa iluminação

Felipe Junqueira/Canaltech

Moto G71: exemplos de fotos

Dá para fazer composições muito interessantes com a câmera do Moto G71, apesar das cores meio apagadas

Felipe Junqueira/Canaltech

Selfies e gravação de vídeos

A gravação de vídeo do Moto G71 segue os principais problemas de exposição pouco equilibrada e cores apagadas das fotos. Mas compensa com uma estabilização muito boa, que rivaliza legal com o Galaxy M62 neste ponto.

Porém, o aparelho da Motorola fica limitado à resolução Full HD tanto na câmera principal, quanto na frontal. Já o da Samsung filma em 4K em ambas.

Bateria

Em bateria, a diferença grande na capacidade de carga pode indicar vantagem grande para o Galaxy M62, que tem 7.000 mAh. O Moto G71 tem 5.000 mAh de carga, mas pode compensar com o chip da Qualcomm, que é mais eficiente energeticamente.

No teste de reprodução de vídeos, o celular da Samsung conseguiu uma estimativa de uso maior, chegando a 27,3 horas. Mas o da Motorola não ficou muito atrás, com uma previsão de durar até 23 horas. Os testes são realizados na Netflix, com a tela em 50% do brilho.

Já no uso do dia a dia, é mais fácil extrair mais de um dia de uso sem precisar de uma tomada no Galaxy M62 do que no Moto G71. Porém ambos chegam a um dia inteiro com carga de sobra em uso mediano.

E aí tem a recarga, e mais um ponto para o modelo da Motorola. O aparelho tem carregador mais potente, de 30 W, que leva menos de 1 hora e 20 minutos para ir de 0% até 100%. O Galaxy M62 demora quase duas horas para preencher os 7.000 mAh com o carregador de 25 W.

Galaxy M62 vs Moto G71: qual vale a pena?

O Moto G71 é um celular intermediário muito bom, mas este comparativo tem um vencedor bem claro: o Galaxy M62. O celular da Samsung é mais veloz, tem câmeras melhores, bateria que dura mais e tela com brilho mais intenso.

Só ficou devendo o 5G, que pode ser um bom motivo para você optar pelo celular da Motorola em vez do concorrente deste comparativo. Considerando que ambos estão em faixa de preço próxima, pode ser uma boa investir em um smartphone um pouco menos potente, mas pronto para a próxima etapa da tecnologia móvel.

O modelo da Motorola por ser encontrado na faixa entre R$ 2.000 e R$ 2.400 no varejo online brasileiro. Já o da Samsung entrega mais e geralmente custa menos, vairando entre os R$ 2.000 e R$ 2.300. Ambos já ficaram abaixo dos R$ 2.000 em algum momento e podem ficar em cerca de R$ 1.600 em ofertas pontuais.