Comparativo Galaxy A23 vs M23 5G: nomes parecidos para categorias distintas

Comparativo Galaxy A23 vs M23 5G: nomes parecidos para categorias distintas

Por Felipe Junqueira | Editado por Léo Müller | 02 de Agosto de 2022 às 14h24
Erick Teixeira/Canaltech

Galaxy A23 e Galaxy M23 podem parecer celulares equivalentes da Samsung. Mas não são, e um deles é consideravelmente superior ao outro. Este comparativo vai deixar bem claro qual dos dois tem o melhor custo-benefício para você não se arrepender da compra.

Já adianto aqui que você tem lado a lado um modelo 4G e outro já com tecnologia 5G. Isso não significa, necessariamente, que o Galaxy M23 seja melhor só por isso, até porque os preços são semelhantes. Então qual dos dois vale mais a pena, no final das contas? Vamos descobrir.

Design e Construção

  • Galaxy A23: 164,5 x 76,9 x 8,4 mm, 195 g;
  • Galaxy M23: 165,5 x 77 x 8,4 mm, 198 g.

Visualmente, há algumas pequenas diferenças entre os dois modelos que podem ajudar a diferenciar cada um nas mãos de um usuário. O Galaxy A23 tem tampa traseira mais brilhante, com módulo da câmera em uma saliência mais evidente.

O Galaxy M23 5G traz acabamento levemente fosco, com o espaço das câmeras mais discreto. No entanto, ambos têm módulo saltado. Na frente, tela com poucas bordas e recorte em gota centralizado na parte superior para o sensor de selfies.

O Galaxy A23 é visualmente muito parecido com o A53 (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Curiosamente, apesar de ambos trazerem tela LCD com 6,6 polegadas, o Galaxy M23 é um pouco maior em dimensões. A diferença é bem pequena, de cerca de 1 mm na altura e apenas 0,1 mm em largura. O peso também só aumenta em 3 gramas.

Os dois modelos possuem acabamento em plástico nas laterais e traseira. E botões de volume e energia no lado direito, com o leitor de impressão digital embutido. Na parte inferior, conectores P2 e USB-C, além da saída de som.

Tela

  • Galaxy A23: PLS LCD de 6,6 polegadas com resolução Full HD+ (1080 x 2408 pixels), 90 Hz;
  • Galaxy M23: TFT LCD de 6,6 polegadas com resolução Full HD+ (1080 x 2408 pixels), 120 Hz;

Na prática, há pouca diferença na tela dos dois celulares da Samsung. O Galaxy M23 tem taxa de atualização maior, o que significa maior fluidez nas animações, mas isso é pouco notado pelos olhos humanos e há poucos aplicativos e jogos preparados para tantos quadros por segundo.

Galaxy M23 é um celular excelente em sua faixa de preço (Imagem: Ivo Meneghel Jr/Canaltech)

Não se incomode com a diferença na denominação dos painéis, porque, no dia a dia, o resultado é semelhante. Ambos possuem brilho mais baixo que modelos com tela OLED e contraste também inferior, com preto em tons de cinza escuro.

Mas dá para assistir a filmes e séries com qualidade bastante aceitável tanto no Galaxy A23 quanto no Galaxy M23. Para os nossos olhos, não há diferença significativa na exibição de cores e no contraste entre os dois modelos. E a resolução garante boa nitidez.

Configuração e desempenho

  • Galaxy A23: Snapdragon 680 4G 6 nm Octa-core (4x 2,4 GHz Kryo 265 Gold + 4x 1,9 GHz Kryo 265 Silver), Adreno 610;
  • Galaxy M23: Snapdragon 750G 5G 8 nm Octa-core (2x 2,2 GHz Kryo 570 + 6x 1,8 GHz Kryo 570), Adreno 619.

Eis aqui o grande diferencial entre os dois modelos. O Galaxy A23 possui processador apenas razoável para as tarefas de hoje em dia, enquanto o M23 é mais potente e traz suporte ao 5G.

Não se deixe enganar pela velocidade dos núcleos do processador. O Snapdragon 750G é bem mais rápido que o Snapdragon 680 por contar com arquitetura mais eficiente. Além disso, a GPU é mais poderosa, o que impacta principalmente na renderização de jogos e animações da interface.

Tela LCD do A23 possui qualidade inferior a presente no A22 (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Já testei uma boa quantidade de celulares com o Snapdragon 680 e fiquei com a impressão que não é um bom chipset. Mesmo com tecnologias e processo de fabricação recentes, o processador não consegue entregar boa velocidade mesmo para tarefas simples.

Resumindo, além de ser mais rápido e suportar até mesmo jogos mais pesados da Play Store (alguns com uma pequena redução na qualidade gráfica), o Galaxy M23 também tem suporte ao 5G. E traz 6 GB de memória RAM, contra 4 GB do A23. Ambos possuem 128 GB de armazenamento interno.

Usabilidade

Tanto Galaxy A23 quanto M23 trazem o Android 12 por baixo da interface One UI 4.1 de fábrica. É isso mesmo, nada de versão One UI Core, mesmo no modelo da linha Galaxy M. Ou seja, ambos possuem, praticamente, o mesmo sistema e funcionalidades dos outros aparelhos da empresa.

E isso inclui até mesmo o painel Edge, que adiciona atalhos rápidos para apps. Esse menu pode ser acessado em qualquer tela, a qualquer momento da navegação, sem precisar voltar à tela inicial. E este é apenas um entre vários recursos bacanas da Samsung.

Tela IPS LCD tem boa calibragem de cores e contraste (Imagem: Ivo Meneghel Jr/Canaltech)

Um que talvez muita gente procure, mas não está disponível, nem no Galaxy A23 nem no M23, é o Always on Display. E isso se deve a uma limitação técnica: com painéis LCD, esses modelos teriam um consumo de energia alto demais para manter relógio e notificações sempre visíveis.

Ambos os celulares devem ser contemplados com ao menos duas atualizações de sistema e até três anos de updates de segurança.

Câmeras

  • Galaxy A23: 50 MP (f/1.8, principal) + 5 MP (f/2.2, ultrawide) + 2 MP (f/2.4, macro) + 2 MP (f/2.4, profundidade); 8 MP (f/2.2, frontal);
  • Galaxy M23: 50 MP (f/1.8, principal) + 8 MP (f/2.2, ultrawide) + 2 MP (f/2.4, macro); 8 MP (f/2.2, frontal).

Apesar de os sensores parecerem os mesmos, os resultados das fotos são bem diferentes. O Galaxy M23 consegue fazer bons registros, mesmo em situações de iluminação mais desafiadora. O Galaxy A23 não é capaz de tirar boas fotografias, mesmo em ambientes com boa iluminação.

Enquanto ambos entregam cores um pouco apagadas, o Galaxy M23 consegue um nível melhor de texturas e tem faixa dinâmica superior ao seu concorrente deste texto. E isso vale para todas as câmeras, principal, ultrawide e macro.

Outra diferença é a ausência de um sensor de profundidade no M23, que mesmo assim consegue fazer recorte mais preciso para fotos no modo retrato. Não chega a ser preciso como um topo de linha, mas não fica muito atrás de intermediários premimum.

Galaxy A23: exemplos de fotos

Galaxy M23: exemplos de fotos

Selfies e gravação de vídeos

A câmera frontal novamente tem qualidade melhor no Galaxy M23, que fica pouca coisa atrás da principal em nível de textura e faixa dinâmica. O Galaxy A23 perde muitos detalhes do rosto.

A gravação de vídeo fica limitada ao Full HD no A23, enquanto o M23 é capaz de gravar em 4K. O som é audível em ambos os modelos, que são bons para fazer vídeos ocasionais para redes sociais.

Bateria

Galaxy A23 e M23 possuem bateria de 5.000 mAh, tela com painel e resolução semelhante. Mas a taxa de atualização é maior no modelo da linha Galaxy M, apesar de ser uma diferença que impacta pouco o resultado final, já que poucos apps vão aproveitar o máximo dos 120 Hz.

Na reprodução de vídeos, por exemplo, ambos ficam limitados à taxa do conteúdo exibido, que geralmente é de 24 fps ou 30 fps. O Galaxy A23 teve um consumo um pouco maior nas 3 horas de teste, e ficou com estimativa de 15,8 horas, contra 18,7 horas do M23.

Lembrando que todos os aparelhos são testados com brilho da tela em 50%, que é bem confortável para usar em ambientes internos nestes modelos.

Ambos Galaxy A23 e M23 têm entrada de fone de ouvido e USB-C na parte inferior (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

No uso do dia a dia, o Galaxy M23 novamente parece se sair um pouco melhor no consumo energético. O Snapdragon 750G é mais eficiente que o Snapdragon 680, por isso a energia gasta a cada hora de uso fica um pouco menor que no Galaxy A23.

Mas não se preocupe: ambos conseguem entregar um dia de uso tranquilamente. E você pode até conseguir um segundo dia inteiro sem precisar da tomada, se for um usuário menos exigente.

O carregamento é igual nos dois modelos, com carregador de 15 W na caixa que demora pouco mais de uma hora e meia para preencher toda a carga. Você pode acelerar o processo com carregadores de 25 W, se tiver um em casa.

Galaxy A23 vs Galaxy M23: qual vale a pena?

O Galaxy A23 é um celular básico que chega perto de um intermediário, ao passo que o Galaxy M23 é um intermediário de fato. O suporte ao 5G é um adicional, e eu recomendo o segundo modelo em detrimento do primeiro em qualquer circunstância.

O fato de os preços serem parecidos só fortalecem a minha recomendação. Você leva um celular mais potente, com mais memória RAM, câmeras melhores e mais preparado para os próximos anos. E o Galaxy M23 não tem nenhuma grande desvantagem sobre o A23 no quesito design ou material.

Este comparativo dá duas escolhas, portanto: ou você paga em torno de R$ 1.300 no Galaxy A23, ou investe um pouco mais, e com até R$ 1.500 leva o Galaxy M23. O segundo só está à venda pela internet, mas o melhor preço do primeiro também está nos canais online.

A escolha é sua, no fim das contas. Mas acredito que está bem claro qual dos dois vale mais a pena.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Ofertas Galaxy M23 5G

  • Smartphone Samsung Galaxy M23 5G Verde 128GB, 6GB RAM, Tela de 6.6
    Pontofrio -
    Smartphone Samsung Galaxy M23 5G Verde 128GB, 6GB RAM, Tela de 6.6", Câmera Traseira Tripla, Bateria de 5000mAh e Processador Snapdragon 750G
    R$ 1.349,10
  • Smartphone Samsung Galaxy M23 5G Verde 128GB, 6GB RAM, Tela de 6.6
    Extra -
    Smartphone Samsung Galaxy M23 5G Verde 128GB, 6GB RAM, Tela de 6.6", Câmera Traseira Tripla, Bateria de 5000mAh e Processador Snapdragon 750G
    R$ 1.349,10
  • Smartphone Samsung Galaxy M23 5G Verde 128GB, 6GB RAM, Tela de 6.6
    Casas Bahia -
    Smartphone Samsung Galaxy M23 5G Verde 128GB, 6GB RAM, Tela de 6.6", Câmera Traseira Tripla, Bateria de 5000mAh e Processador Snapdragon 750G
    R$ 1.349,10