Review TCL 32S615 | Ainda vale a pena comprar smart TV pequena?

Por Jucyber | Editado por Léo Müller | 29 de Agosto de 2022 às 14h13

clique para compartilhar

Link copiado!

TCL S615
ver mais

A TCL S615 chega para tentar pegar um espaço dentro do mercado de smart TVs de entrada. Por isso, a marca fez essa alternativa focada em um público que busca televisores com bom custo-benefício uma opção diferenciada.

Indo na contramão de diversas marcas que já estão comercializando apenas versões acima de 42 polegadas, a empresa segue disponibilizando modelos com 32 polegadas. E esse é o caso do produto analisado nesse texto.

Por mais que a smart TV tenha resolução Full HD, será que ainda faz sentido comprar a opção com tela menor? Confira a minha opinião na análise completa.

Prós

  • Conexões com acesso fácil
  • Poucas bordas
  • Android TV
  • Google Assistente

Contras

  • Botão power
  • Resolução HD
  • Som alto, mas sem definição

Design e construção

Apesar de compacta, a marca entrega na TCL 32S615 um design superior ao seu preço. Mesmo que o plástico tenha uma sensação tátil simplória, o fato de o produto ter poucas bordas chama a atenção já no primeiro contato.

  • Dimensões (L x A x P): 72,2 x 47,5 x 18 cm;
  • Peso: 3,6 kg.

Esse aproveitamento do espaço para enfatizar a tela possibilita que o eletrônico continue compacto. O contorno mais aparente da TV fica na parte de baixo, mas isso é justificável pelo fato de o produto exibir a sua logo nessa parte.

Em contrapartida, é importante destacar que essa decisão visual não influencia diretamente no preenchimento do display. Isso porque a smart TV apresenta uma borda desnecessária em seu visor que acaba “se transformando em borda virtual”.

Com isso, a sensação de ter mais espaço para visualizar as informações fica comprometida por esse contorno diretamente na tela do aparelho. Já em relação aos pés da S615, cada um possui a sua fixação dependente de 2 parafusos.

Mesmo que seja simples realizar a instalação, acredito que optar por acoplar os apoios da mesma maneira que a Samsung proporciona em seus televisores seria melhor. Por se tratar de um produto com foco em preço baixo, faria mais sentido economizar parafusos.

No verso, estão todas as entradas necessárias para o uso completo da TV na posição lateral, mas o cabo de força fica do lado oposto ao das entradas. Ela tem quatro perfurações no formato VESA para facilitar a instalação em paredes.

O que me chamou a atenção negativamente foi o botão de ligar e desligar a TV. Apesar de grande parte do público realizar o processo pelo controle remoto, o acesso físico poderia trazer uma estrutura melhor do que um botão que parece inacabado.

Controle remoto

O controle da TCL 32S615 é muito grande, e nem esse tamanho exagerado fez a fabricante disponibilizar os botões numéricos. Para quem utiliza a TV e quer assistir aos canais abertos, será preciso mudar pelas setas direcionais.

Nele, existem seis atalhos para serviços de streaming específicos: Netflix, Prime Video, Disney+, Globoplay, YouTube e TCL Channel, que disponibiliza diversos filmes e séries gratuitamente.

Uma vantagem desse controle é que ele possui microfone embutido. Com isso em mãos, é possível realizar comandos no Google Assistente, que é a IA disponível na smart TV.

O design da TCL 32S615 é muito melhor do que a maioria das opções da mesma categoria, pois tem um minimalismo interessante. Porém, as bordas da tela podem fazer com que esse refinamento externo não seja tão aproveitado.

Jucyber

........

Ivo Meneghel Jr/ Canaltech

Conexões

A TCL acertou em cheio ao instalar as conexões da S615 na parte lateral da TV, pois facilita o acesso às entradas. Porém, a empresa só disponibilizou uma opção para cada formato de porta. E essas são as que estão presentes na televisão:

  • 1 USB;
  • 1 Porta LAN;
  • 1 Entrada AV;
  • 1 Entrada RF para Antena/cabo;
  • 1 Saída Áudio digital (ótica);
  • 1 Saída para fone de ouvido.

Além das conexões físicas, a smart TV possui Bluetooth e WiFi integrado para aprimorar o uso do sistema operacional, principalmente na hora de explorar os comandos de rotina do Google Assistente em conjunto com outros dispositivos inteligentes.

Outra adição que faz sentido — e já era esperada — é o Chromecast. Para quem deseja transmitir algum conteúdo do smartphone diretamente na TV, essa funcionalidade é essencial para esse processo ocorrer facilmente.

Sistema operacional

A TCL S615 entrega ao público o sistema operacional Android TV, que já está em sua 11ª geração na televisão. Graças a isso, existem diversas vantagens na usabilidade, bem como na instalação de apps.

Por conseguir inserir grande parte dos aplicativos presentes na Play Store — que possuem compatibilidade com ela —, a experiência de uso é aprimorada. Contudo, o layout do sistema do Google para smart TVs ainda me desagrada por ter uma navegabilidade que é quase um tablet de 32 polegadas.

Ao contrário do Roku OS que aposta na simplicidade para ajustar o uso ao público de diferentes faixas etárias, ou do WebOS que deixa tudo que é relevante a um clique de distância, o Android TV precisa de lapidações na distribuição dos apps.

Além disso, o chipset RealTek RTD2851 parece não ser adequado para o sistema, pois apresenta lentidão continuamente. Mesmo em ações mais simples, como escolher um dos aplicativos para abrir, há falhas no processo, pois a TV demora a responder aos comandos dados no controle.

Um ponto positivo da 32S615 é o suporte ao Google Assistente. Esse recurso da gigante das buscas pode ser ativado manualmente — via controle remoto. Uma vantagem é que o acessório tem um bom microfone, e isso permite que os comandos sejam dados com clareza.

Tela

A tela da TCL S615 é do tipo VA. Como consequência disso, a experiência de uso em ambientes maiores é positiva. Apesar do tamanho da TV, dá para aproveitar bem o campo de visão proporcionado.

O painel é LED e a visibilidade de conteúdos traz todas as características positivas e negativas dessa tecnologia. Dá para sentir um vazamento de luz, mas não atrapalha na visualização do conteúdo.

Já a sua resolução é HD. Por isso não dá para esperar muita nitidez desse produto. Porém, é importante destacar que o tamanho de 32 polegadas ajuda a conter a redução na qualidade geral. E por falar em tamanho da tela, essa TV também tem a opção de 40 polegadas.

Outro ponto que merece a atenção é a saturação. Mesmo que essa opção seja ajustável, o excesso de cores incomoda ao longo do dia.

Sistema de som

Na parte sonora da S615, os alto-falantes são divididos em dois canais de áudio. Eles ficam localizados na parte de baixo da TV, mas virados para a parte de cima, e isso acaba afetando a reverberação do som, pois normalmente impacta no teto antes de se propagar pelo ambiente.

Os speakers de 16 W — 8 W cada — possuem uma sonoridade divergente. Isso porque o volume é realmente muito alto para o tamanho desse aparelho, mas falta definição nos graves, e, quando está no máximo, apresenta muita distorção.

Pode ser uma televisão pequena, faz sentido que o drive de som tenha dificuldade para reproduzir sem problemas, mas é algo que merecia um pouco mais de atenção da marca.

Concorrentes diretos

Por se tratar de um modelo de 32 polegadas, existem poucas opções que podem ser consideradas equivalentes ou superiores à TCL 32S615. Uma delas é a TCL 32RS520, mas elas são do mesmo tamanho, resolução e fabricante.

Todavia, algo que as diferencia é o sistema operacional. Enquanto a S615 roda Android TV, a RS520 vem com o Roku OS, que tem uma interface mais fluída, o sistema de pesquisa é mais interessante de usar, mas a quantidade de aplicativos ainda possui algumas limitações que não são vistas no SO concorrente. A TCL 32RS520 pode ser encontrada por uma média de R$ 1.250, que é R$ 100 a mais do que a 32S615.

Outra opção é a TCL S40615, que traz quase todas as configurações do modelo analisado nesse texto. A única diferença é no tamanho da tela que sobe para 40 polegadas e a resolução é Full HD. Como consequência, o preço também sobe para R$ 1.650.

Para quem deseja se manter no tamanho de 32 polegadas, mas usufruindo da resolução Full HD, a Samsung The Frame pode ser uma ótima alternativa. A tela dessa smart TV é de maior qualidade por trabalhar com o painel QLED.

Seu corpo compacto simula o formato de quadro que contribui para dar minimalismo ao ambiente. Em contrapartida, o preço para ter esse produto é muito maior do que a 32S615. Por ter um design premium, a sul-coreana aplica um valor de R$ 2 mil nesse equipamento, que é quase o dobro de sua alternativa com Android.

Vale a pena comprar smart TV de 32 polegadas?

A TCL 32S615 não é uma smart TV ruim, mas o conjunto de pontos negativos a faz ser uma opção dispensável. O fato de a marca não ter aplicado a resolução Full HD no modelo já faz com que o interesse seja reduzido.

Além disso, o formato compacto só faz sentido para ambientes menores, de clientes que desejam ter o produto como uma opção secundária. Por exemplo, quem utiliza no quarto não precisa da qualidade de TV mais premium da atualidade, nem mesmo de uma versão gigante.

Todavia, “existe uma régua mínima” para determinar o que ainda é utilizável ou não. A 32S615 é útil, mas, talvez, não seja a melhor smart TV compacta para comprar em 2022. Essa linha mesmo possui uma alternativa de 40 polegadas que tem um alinhamento melhor entre custo e benefício.

Por ter o sistema operacional Android TV, já mantém uma equivalência com a versão de 32 polegadas em usabilidade, mas entregando uma tela maior e com mais resolução. Outro ponto tem a ver com o preço, pois, apesar de pequena, ela custa uma média de R$ 1,1 mil nas varejistas. Sendo assim, adquirir o modelo menor de 2021 na atualidade não é mais uma opção interessante.

Gostou da TCL 32S615? Então, confira a oferta que separamos para você no link abaixo:

Prefere ir direto para uma das alternativas? Então, confira os melhores preços da atualidade pelo link: