Review TCL P635 | Uma boa smart TV intermediária

Por Felipe Junqueira | Editado por Léo Müller | 14 de Novembro de 2022 às 18h00

clique para compartilhar

Link copiado!

TCL P635
ver mais

A TCL P635 chegou ao Brasil com pouco destaque em seu lançamento. A ideia da smart TV é oferecer boa qualidade de imagem e áudio a um preço mais bacana, competindo com modelos intermediários da concorrência.

Com resolução 4K e HDR10, o dispositivo roda Google TV e se apoia no sistema operacional da Gigante das Buscas para ir além de uma simples televisão. Seu maior destaque talvez seja justamente o espelhamento da tela do celular fácil, especialmente para quem tem celular Android.

Mas será que vale a pena investir em uma smart TV da TCL? A P635 é um bom modelo intermediário, ou fica só na promessa? Eu testei o modelo e trago as resposta nesta análise.

Prós

  • Imagem com bom contraste
  • Volume potente e nítido
  • Google TV com boa biblioteca de apps

Contras

  • Ausência de botões numéricos no controle
  • Falta otimização em alguns apps
  • Pés de apoio são baixos

Design e Dimensões

  • Dimensões: 122,26 x 71,1 x 8,1 cm;
  • Peso: 9,8 kg.

A TCL 55P635 consegue oferecer tela de bom tamanho com poucas bordas. Assim, o conteúdo é o grande protagonista, sem distrações para seus olhos quando vê a smart TV de frente — que é, inclusive, como você mais vai vê-la.

É possível usar a P635 apoiada em uma bancada, com os pés de plástico com cerca de 5,5 cm de altura. Ou seja, a tela fica pouco levantada, e não dá para usar uma soundbar à frente dela, por exemplo.

Há também a opção de instalar na parede com suporte VESA 200. Neste caso, tenha em mente que a furação deve ser um pouco mais baixa, pois os parafusos ficam bem perto da parte inferior da TV.

Os alto-falantes se localizam na parte de baixo, virados para o chão. Os principais conectores se localizam no lado direito da tela e ficam virados para a lateral. Apenas o conector de energia fica no lado oposto, também virado para a lateral.

Conectividade

A smart TV da TCL possui Wi-Fi dual-band e Bluetooth 5.0. Além disso, o modelo de 55 polegadas oferece 3 entradas HDMI 2.1, 1 USB, 1 saída de áudio digital (óptica), 1 entrada AV, 1 entrada RF, 1 entrada Ethernet e 1 saída para fone de ouvido P2.

Ou seja, há espaço suficiente para ligar dois videogames e um conversor de TV por assinatura. E ainda sobra para uma soundbar (com cabo óptico). E essa é só uma sugestão, claro, existem muitas outras possibilidades aí.

Para quem gosta de espelhar o celular na tela grande, o sistema Android TV facilita o processo. A TCL P635 possui Chromecast integrado, então você transmite todos os apps com suporte do smartphone para a smart TV.

Tela

O display LCD tem frequência de atualização de 60 Hz e usa resolução 4K, no formato 16:9, com HDR10 e micro dimming. Em resumo, é uma tela Utra HD com algumas melhorias no contraste, ao menos no papel.

Na prática, eu achei a exibição muito boa para uma smart TV intermediária. Apesar de o painel ser LCD, o preto é bastante profundo, e, no geral, a tela consegue exibir bastante detalhes especialmente em cenas bem iluminadas. E não perde muito em cenas escuras.

O ângulo de visão é muito bom, com perda de cores e contraste apenas em posições pouco naturais para se assistir TV. O reflexo também não atrapalha se você a instalar em um ambiente bem pensado para uma tela grande.

A nitidez também é muito boa, com imagens em 4K bem definidas. Achei até melhor do que uma smart TV de entrada que eu tenho em casa, que também é Ultra HD. Imagens em resolução menor também ficam boas, sem pixels aparentes.

Você ainda tem opções de ajustes, com pré-definições para filmes e jogos. Mas não para por aí: a TCL P635 permite que o usuário mexa em ajustes mais finos de saturação e tonalidade, além de algumas tecnologias para melhorar a nitidez e movimento.

Para usuários menos avançados, o importante é que a smart TV da TCL apresenta uma boa imagem nas configurações padrão. Também dá para ativar a melhoria de cores dinâmica, que otimiza a vivacidade das cores com um algoritmo.

Outros tamanhos

Além do modelo de 55 polegadas, testado aqui no Canaltech, a TCL P635 é fabricada em outros quatro tamanhos. Do menor para o maior, são telas de 43, 50, 65 e 75 polegadas.

Ainda não há informações sobre os tamanhos que serão lançados no Brasil, mas o modelo de 55 polegadas já está disponível em algumas lojas do varejo online.

Sistema Operacional

A smart TV TCL P635 vem com Google TV, versão mais recente do sistema operacional que é a nova versão do Andorid TV. Trata-se da adaptação do Android 11 para televisores, com uma interface que destaca na Home as sugestões que considera ideias para o usuário.

A navegação é bem simples, já que o sistema todo é baseado no que a gente usa em nossos celulares. A diferença principal é que a tela não é sensível ao toque, e você usa o controle remoto para selecionar o conteúdo. Mas é bem intuitivo.

Mas a maior vantagem para smart TVs mais simples é que não há uma limitação de apps. Dá para buscar mais aplicativos e serviços na Google Play Store. Claro que só dá para instalar o que traz suporte ao sistema operacional diferente, e não qualquer aplicação existente para o celular.

Por outro lado, o espelhamento do smartphone simplificado aumenta bastante as possibilidades de uso. Você pode instalar Netflix, YouTube, Amazon Prime Video, Globoplay, Disney Plus e vários outros serviços direto na smart TV, ou transmitir do celular.

Ou seja, se não encontrar o app, é só carregar o conteúdo no smartphone e jogar para a TV. E não é um simples espelhamento, mas sim uma transmissão dos dados. Assim, você pode navegar em outros apps no celular enquanto assiste TV.

Espelhar pode ser a melhor opção para apps que não sejam pré-instalados nesta smart TV, inclusive. Todos os serviços disponíveis no controle remoto funcionam muito bem, mas pode haver falta de otimização em outros apps que você instalar.

Antes de definir se a TCL P635 é mesmo a ideal para você, um alerta: a smart TV demora alguns segundos para iniciar por completo, do apertar do botão ligar até o carregamento da página inicial.

Isso é normal em televisores com SO do Google, pela minha experiência. E ao menos você já tem um sistema realmente pronto para funcionar, sem perigo de ver um aviso de internet indisponível como acontece com a minha televisão de vez em quando.

Assistentes virtuais

O Google TV traz o Assistente da Gigante das Buscas. A TCL P635, inclusive, tem até um botão no controle remoto para você fazer comandos de voz. Basta segurá-lo enquanto fala, e aí dá para fazer pesquisa de conteúdo.

Outra possibilidade é configurar dispositivos de casa conectada no televisor. E é possível tanto enviar comandos de voz pelo controle quanto usar a central de controle para acender ou apagar luzes e afins.

Além do Assistente do Google, também é possível usar a Alexa na smart TV da TCL.

Controle remoto

O controle remoto da TCL P635 é semelhante ao de outros modelos da marca. Ou seja, segue o formato visual minimalista de televisores da Samsung, com poucos botões.

Isso significa que não há os números para pular canais — afinal, quase ninguém salta canais direto pela TV hoje em dia. Em vez disso, são 23 botões, além dos direcionais e OK. E há atalhos diretos para seis serviços de streaming.

As smart TVs geralmente oferecem botão para Netflix e Amazon Prime Video o YouTube. No caso dos modelos da TCL, você tem todos esses e ainda Globoplay, Disney+ e TCL Channel.

O controle remoto é fino e bastante leve. E funciona com duas pilhas AAA, também chamadas de palito.

Sistema de Som

O áudio interno fica por conta de dois alto-falantes de 10 W cada, localizados na parte inferior da tela. Eles ficam voltados para baixo e conseguem uma boa reprodução de médios, principalmente, sem perda significativa de agudos e graves.

O volume vai até o nível 100, e em uma sala de tamanho médio já é possível escutar com clareza entre o 15 e o 30. Se precisar chegar a volumes mais altos, há uma pequena distorção a partir do 60, mas nada que deixe a experiência ruim.

Como alternativa, você pode conectar um sistema de som externo mais potente com um cabo óptico, HDMI ARC ou Bluetooth. A smart TV TCL P635 oferece ajustes finos de áudio nas configurações, mas não possui um equalizador avançado.

Concorrentes Diretos

Uma smart TV intermediária com boa qualidade de imagem e acabamento mais em conta para entregar preço mais baixo. Podemos descrever a TCL P635 assim, o que a coloca no nível da Samsung AU7700 e da LG UP7750.

No caso da primeira, o contraste na exibição é um pouco melhor na smart TV da TCL. Além disso, o modelo da Samsung usa o sistema Tizen, que pode ser uma preferência para quem já conhece. E a AU7700 ainda tem canaleta para esconder cabos.

Já a UP7750, da LG, é uma opção webOS para quem já está acostumado com o sistema operacional da sul-coreana. De resto, é um televisor bastante parecido, com boa imagem em 4K e opções de ajustes finos para exibição e áudio.

Os preços também não ficam muito distantes. A versão de 43 polegadas da Samsung pode ser encontrada na faixa dos R$ 2.300. Já a UP7750 do mesmo tamanho fica em torno de R$ 2.100. A TCL P635 de 55 polegadas custa cerca de R$ 2.600.

Smart TV TCL P635 é um modelo intermedário com 4K

Ivo Meneghel Jr/ Canaltech

TCL P635: vale a pena?

A ideia da TCL é ter alternativas mais em conta do que as gigantes sul-coreanas. Com isso, a empresa pode atrair o consumidor que não seja tão exigente e quer uma televisão 4K com boa qualidade de imagem e som para assistir canais abertos, principalmente.

Neste caso, pode valer a pena partir para a tela maior a preço não tão acima da P635, comparada com suas principais concorrentes. Trata-se de uma boa televisão para quem não quer passar um dia inteiro ajustando exibição e áudio.

O sistema Google TV também pode chamar atenção pela simplicidade no espelhamento da tela do celular. Além disso, a presença dos conectores HDMI 2.1 e do Bluetooth 5.0 são diferenciais nesta faixa de preço.

Agora, se você quer uma televisão com sistema realmente fluido e apps bem otimizados, talvez seja melhor pensar nas concorrentes. O sistema operacional do Google é menos estável neste sentido, e há apps que podem apresentar problemas em alguns modelos. Sem contar o tempo de a TV leva para iniciar o sistema ao ligá-la.

A verdade é que a TCL P635 pode ser uma boa opção quando estiver mais fácil de encontrá-la no varejo nacional. Aí a concorrência pelo melhor preço deve reduzir sem valor, deixando-a bem mais em conta do que as concorrentes.