Review Philips Fidelio X3 | Um fone com som limpo e marcante

Por Jucyber | Editado por Léo Müller | 06 de Junho de 2022 às 09h09

clique para compartilhar

Link copiado!

Fidelio X3
ver mais

O fone de ouvido Philips Fidelio X3 chegou ao mercado em 2020, mas desembarcou no Brasil somente em abril de 2022. Apesar da entrada tardia no mercado nacional, o dispositivo trouxe diversos diferenciais importantes para quem gosta de áudio.

Seu design que apresenta o conforto e a qualidade premium, que são tão buscadas pelo público, disponibilizam um diferencial importante ao produto. E não é por acaso que esse acessório foi premiado no Red Dot Design 2020 e IF Design Award.

Esses prêmios são motivados pelo trabalho da Philips em inovar e dar uma qualidade impecável para a parte visual e de som do equipamento. Porém, a sonoridade mais voltada para os agudos e médios pode fazer com que “amantes” de fones com som mais encorpado não fiquem tão satisfeitos.

Quer saber se vale a pena comprar o Philips Fidelio X3? Então, confira a resposta na análise completa desse dispositivo.

Confira o preço atual do Philips Fidelio X3

Prós

  • Acabamento de qualidade
  • Almofadas confortáveis
  • Som de ótima qualidade
  • Acessórios úteis inclusos na embalagem
  • Adaptador com conexão P10

Contras

  • Peso
  • Falta de um subgrave mais forte
  • Preço

Design e construção

O design do Fidelio X3 é uma repaginação bem-vinda do trabalho visual efetuado pela Philips no seu antecessor. Isso porque o formato externo das conchas foi modificado com o propósito de aumentar o conforto e a flexibilidade do produto.

Na parte externa, há um revestimento em tecido que dá um acabamento diferenciado aos fones. Em cada lateral, existem fixadores metálicos que possibilitam leves movimentos verticais para facilitar o encaixe nas orelhas.

Um elemento que passaria normalmente desapercebido, mas faz sentido, é o apoio emborrachado que fica por dentro da haste para evitar que o contato do tecido com o metal cause danos ao material em um curto espaço de tempo.

O arco externo é todo em metal e possui um revestimento em material que imita o couro. Abaixo dele, existe outro aro em plástico flexível para dar maior fixação na cabeça, e ele também traz o material da haste maior, mas com espuma para aumentar o conforto no uso contínuo.

As almofadas das conchas são extremamente macias, e isso dá uma sensação agradável. Por se tratar de um fone do tipo over-ear, a cavidade dá o espaço ideal para diferentes tamanhos de orelhas.

Abaixo, estão as duas conexões 3,5 para uso dos cabos que acompanham o produto. Para execução do som, é preciso inserir as duas pontas do fio e assim o áudio será emitido paralelamente.

É importante destacar que, assim como outros fones de ouvido com foco em alta fidelidade sonora, o Philips Fidelio X3 não possui entrada para microfone, e nem mesmo um acessório embutido na embalagem para emissão do som nesse formato.

Mas isso não é um demérito, já que a intenção é utilizar esse equipamento em home studio ou para ouvir instrumentos musicais que tenham compatibilidade com esse acessório para dar uma percepção maior do som.

Em relação ao peso, esse é o grande ponto negativo do Fidelio X3. Afinal, são 380 gramas em um fone de ouvido over-ear. Mesmo que ele tenha muito conforto, é inevitável sentir que esse exagero afeta o uso e, principalmente, o transporte em mochilas e malas de mão.

Acessórios

Em relação aos acessórios, a Philips foi bem generosa com os usuários que estiverem interessados em comprar o Fidelio X3. Isso porque a marca disponibilizou alguns acessórios simples, mas essenciais para o tipo de público ao qual os fones são voltados.

São dois cabos de áudio, sendo um com conector no formato 3,5 mm — P2 — e o outro um pouco mais fino, trazendo a opção de 2,5 mm — P1. Mesmo que as duas conexões se pareçam fisicamente, existem diferenças no comportamento sonoro.

Isso porque a opção com conector P1 só permite a emissão do áudio no formato de reprodução mono, enquanto o P2 consegue realizar esse processo em estéreo. Esse segundo modo permite maior fidelização do som.

Além dos dois cabos de 3 metros — cada —, o Fidelio X3 conta com um organizador de fios em sua embalagem, e um adaptador 6,5 mm — P10 — que permite o uso dos fones em conjunto com amplificadores, mesas de som e instrumentos musicais, como descrevi acima.

O Philips Fidelio X3 consegue ser extremamente confortável para o uso por diversas horas devido a sua maciez. O fato de a empresa disponibilizar duas opções de cabo na caixa e um adaptador P10 ajuda a dar ainda mais versatilidade ao produto.

Jucyber

.......

Ivo Meneghel Jr/ Canaltech

Qualidade de som

A respeito da qualidade de áudio, o Fidelio X3 repete a fórmula de sucesso utilizada pela Philips no X2HR. O som traz o profissionalismo embutido nas características técnicas do aparelho, e a emissão sonora é muito empolgante de ser sentida.

Grande parte disso se deve ao driver de 50 mm que proporciona a imersão que dá a agradabilidade esperada ao som. Escutando músicas mais modernas e que abusam dos sintetizadores, como é o caso de “Blinding Lights” do The Weekend, dá para notar a linearidade entre médios e agudos.

Já em músicas um pouco mais antigas, como “Another One Bites The Dust” do Queen, o grave está presente de forma marcante. Entretanto, o subgrave não traz tanta força assim quando a frequência mais baixa precisa fazer o seu trabalho.

Sei que isso é um ponto de atenção por se tratar de um fone profissional de valor alto, mas, considerando o meu gosto pessoal, as tonalidades estavam na medida agradável aos meus ouvidos. Entretanto, analisando o mercado para o qual ele é voltado, quanto mais diferenciais, melhor.

Apesar de não ser o foco desse fone, o uso para jogos é sensacional. O tempo de resposta aliado com a qualidade sonora entregue pelo produto faz um mix atrativo para gamers mais exigentes com a parte de áudio.

Mesmo que tenha a possibilidade de ser utilizado nesse tipo de ação, o fato de o Fidelio X3 não ter microfones embutidos faz com que o uso de uma entrada de som auxiliar seja necessária em jogatinas que exigem a comunicação constante entre os jogadores.

Um ponto positivo desse fone é que eu pude usá-lo enquanto tocava violão, graças ao adaptador P10. Assim, foi possível ouvir como ele se comportar para reproduzir canções sem passar por nenhum tipo de processo de mixagem, e fiquei agradavelmente surpresa.

A qualidade sonora do Philips Fidelio X3 surpreende, pois o fone de ouvido consegue dar um nível de fidelidade atrativo ao som. Ele também traz um grave limpo e envolvente na medida que eu gosto, e isso me agrada bastante.

Jucyber

Ficha técnica

  • Impedância: 30 Ω
  • Frequência de resposta: 5 Hz a 40 kHz
  • Nível de pressão sonora (SPL): 100 dB
  • THD, distorção harmônica total: < 0.1 %
  • Plugue: 3,5 mm com adaptador de 6,5 mm
  • Princípio transdutor: dinâmico, aberto
  • Peso sem o cabo: 380 g
  • Material do pad de orelha: Veludo

Concorrentes diretos

Um grande concorrente do Philips Fidelio X3 é o Sennheiser HD 560S. Esse fone já passou pela bancada de testes aqui do Canaltech e proporciona alguns diferenciais importantes para a experiência de uso.

A qualidade sonora é equivalente à do Fidelio, mas com um pouco menos de força nos graves, e isso pode ser um ponto negativo para fãs das frequências mais baixas. Obviamente, essa diferença se deve ao fato de o HD 560S ser desenvolvido para dar um aspecto neutro ao som, que é algo muito procurado por audiófilos.

Em contrapartida, o Fidelio X3 ganha em conforto, já que a haste acolchoada e as conchas aveludadas permitem que o uso dele por várias horas não cause incômodos. Como ele não é Bluetooth, o público fica isento da preocupação com a bateria.

Considerando as variações constantes nos preços aplicados pelas varejistas, é possível encontrar o Sennheiser HD 560S a uma média de R$ 1.900, que é um valor acima do cobrado pela Philips no Fidelio X3 em seu site oficial.

O Philips Fidelio X3 é bom?

O Philips Fidelio X3 é um ótimo fone de ouvido para usuários que estão em busca de um dispositivo que entregue o som de maneira mais profissional. Assim como muitos produtos dessa categoria, ele não é perfeito.

Afinal, o fato de ele não entregar o subgrave com a força esperada para um produto que traz em seu DNA e nomenclatura a “fidelidade”, é um ponto de atenção. Todavia, existem diversos elementos atrativos nele para quem gosta de ouvir boa música ou tocar instrumentos musicais.

Mesmo considerando o público gamer, quem possui dinheiro para investir em fones profissionais sentirá que fez um ótimo negócio ao comprar o Fidelio X3. Afinal, ter um acessório que permite a percepção rápida do adversário dá uma vantagem no campo de batalha.

Apesar de os inúmeros pontos positivos, o peso exagerado pode atrapalhar o transporte para quem vive viajando, e o preço controverso também cria uma dor de cabeça. Isso porque o valor próximo de R$ 1.500 só é visto quando o fone aparece à venda no site oficial da Philips.

Caso as unidades acabem, o público só tem como opção a aquisição via exportação, e isso aplica um gasto maior em algumas varejistas e faz o Fidelio X3 chegar a quase R$ 3 mil. Sendo assim, focando em economizar e garantir a compra pelo preço justo, é bom ficar de olho no site da fabricante para aproveitar as ofertas.

Para aqueles que preferem não “jogar com a sorte”, a compra da alternativa Sennheiser HD 560S garante quase todos os diferenciais do Fidelio X3 por um preço menos alternado e som neutro.

Gostou do Philips Fidelio X3? Então, confira as ofertas que separamos para você nos links abaixo:

Prefere comprar a alternativa? Então, confira o preço atual no link: