Review LG UQ8050 | Smart TV sem complicações

Por Felipe Junqueira | Editado por Léo Müller | 16 de Setembro de 2022 às 15h47

clique para compartilhar

Link copiado!

LG UQ8050
ver mais

A série UQ8050 faz parte dos lançamentos de 2022 da LG. Trata-se de modelos 4K básicos, mas que já trazem funções extras como suporte à casa conectada e comandos de voz com Alexa e Assistente do Google.

Com a promessa de melhorar conteúdos que não estão originalmente em Ultra HD, a smart TV da LG é uma opção de entrada com o pé no intermediário. Design fino e processador de quinta geração completam a lista de destaques da fabricante.

A LG UQ8050 é uma espécie de sucessora da UP8050, mas, desta vez, chegaram modelos com tamanhos não tão grandes, que vão de 50 polegadas até 75 polegadas. E nada de taxa de atualização aumentada.

Será que a nova televisão da LG é uma boa opção? Eu testei o dispositivo e explico os pontos mais importantes nesta análise.

Prós

  • Imagem com bom contraste
  • Volume potente e nítido
  • Sistema webOS intuitivo e completo
  • Compatibilidade com Alexa e Google Assistente

Contras

  • Tela com reflexo
  • Função de gestos do controle não pode ser desativada

Design e Dimensões

  • Dimensões: 135,6 x 78,3 x 5,75 cm
  • Peso: 17,4 kg

A LG UQ8050 recebida aqui no Canaltech foi o modelo de 60 polegadas. Pelas dimensões, dá para notar que a promessa de design fino não fica apenas no papel, visto que o televisor tem menos de 6 cm de espessura.

A tela tem poucas bordas, e há bem poucos detalhes visuais na parte frontal da smart TV. Uma luz LED fica centralizada para informar quando o dispositivo está em stand by, com o logo da LG pintado acima.

Na parte inferior, é possível instalar dois pés de cerca de 7 cm de altura, com encaixe e três parafusos em cada um. O acessório é fabricado em plástico e acompanha a smart TV em seu kit básico. Ela ainda conta com recursos LG ThinQ AI, que simplificam ajustes com inteligência artificial.

Mas você também pode instalar a televisão na parede, com o padrão VESA 300 x 300. Com isso, dá para usar suportes fixos ou, mais aconselhável, uma opção móvel. Assim, você tem acesso a alguns conectores traseiros que ficam voltados para onde ficaria a parede.

Conectividade

Os conectores físicos na traseira da LG UQ8050 incluem 3 HDMI, sendo um deles eARC; 2 USB, 1 Ethernet, 1 Óptico e 1 entrada RF. Já as opções sem fio incluem Wi-Fi e Bluetooth.

Há, portanto, conectores suficientes para um videogame, conversor de TV a cabo ou TV box e uma soundbar. Ou você conecta o sistema de áudio pela saída digital óptica e fica com o HDMI ARC para outro dispositivo.

Outra possibilidade é a de espelhar o celular na TV. Para isso, você pode precisar do app ThinQ, dependendo do que quiser enviar do smartphone para o televisor. Alguns apps conseguem fazer o compartilhamento simplesmente detectando a UQ8050 na mesma rede Wi-Fi.

Tela

O painel LCD/LED da LG UQ8050 tem resolução 4K, também chamada de Ultra HD. A smart TV faz um upscalling de conteúdos com resolução inferior para melhorar a nitidez, mas já adianto que não é nenhum milagre.

Ou seja, dá para assistir a vídeos de 480p ou até menos no YouTube sem que a imagem fique completamente embaçada. Mas, é claro, não vai ter a definição e qualidade de um conteúdo originalmente 4K.

A tela tem bastante reflexo, e não apenas em imagens escuras. Recomendo uma boa dose de cautela quando você for definir o local de instalação da televisão porque pode ficar difícil de assistir se tiver alguma janela, porta ou mesmo uma lâmpada em ângulo que possa refletir para seus olhos.

De resto, a imagem é muito boa. O upscalling faz um trabalho muito decente, e ajuda em alguns conteúdos a evitar o susto de um vídeo de baixa resolução em uma tela grande.

Quanto às cores, dá para aproveitar o recurso Filmmaker Mode, que exibe as imagens como foram filmadas. Ou você pode tentar usar um dos modos de imagem da TV para buscar uma temperatura de cores que fique a seu gosto.

Para o brilho, recomendo ativar a função AI Brightness, que ajusta a intensidade de acordo com o conteúdo exibido e a luz ambiente. A LG UQ8050 ainda tem HDR10 e usa frequência nativa de 60 Hz — um downgrade da "antecessora", que tinha 120 Hz.

Há, ainda, um otimizador de jogos, que melhor a experiência de visualização para quem quiser aproveitar a jogatina na smart TV.

Outros tamanhos

Além do modelo de 60 polegadas, testado aqui no Canaltech, a LG UQ8050 é vendida no Brasil em outros cinco tamanhos de tela:

  • 50 polegadas
  • 55 polegadas
  • 65 polegadas
  • 70 polegadas
  • 75 polegadas

Sistema Operacional

O webOS está na versão 22 na LG UQ8050, de acordo com a ficha técnica da fabricante. O menu de ajuda da televisão mostra apenas o firmware instalado no momento, que era o 03.11.65 quando eu testei o dispositivo.

Seja como for, você vai ver a interface mais recente da empresa, com uma página inicial que agrega o conteúdo dos serviços ativos. Ao logar em um app, o sistema pergunta se você deseja receber sugestões do que assistir daquela plataforma na Home.

Além disso, a LG UQ8050 também pode mostrar informações do clima. E tem o alerta esportivo, com lembretes de seu torneio de esporte preferido. Isso inclui não apenas futebol nacional, como também NFL, NBA e alguns torneios europeus.

O webOS é bastante fluido, mas você pode sentir demora ao carregar alguns itens, como o menu de configurações e alguns apps. Ao menos a navegação é intuitiva, e cada vez mais os sistemas operacionais de smart TVs ficam mais parecidos, o que facilita a transição entre diferentes marcas.

Adicionalmente, você tem a opção de fazer comandos de voz por Alexa ou Assistente do Google. Isso inclui a busca por conteúdos específicos, que pesquisa dentro dos apps instalados, e também algumas tarefas de casa conectada.

Controle remoto

Apesar de ser um modelo mais de entrada, a LG UQ8050 possui o mesmo controle de modelos mais avançados da empresa. Ou seja, é o chamado Smart Magic, que funciona como um mouse quando você o aponta para a tela.

Assim, fica mais fácil escrever logins e senhas ou simplesmente selecionar conteúdos na interface. Adicionalmente, você pode usá-lo como um controle remoto tradicional, selecionando os itens com os botões de navegação.

No entanto, esta funcionalidade não pode ser desativada. E pode ser um pouco incômoda de usar para quem tem as mãos trêmulas. Claro que usar a navegação pelas setas ajuda bastante, mas sempre que você movimentar o controle, ele ativa a seta. E isso consome pilha.

Falando nos botões físicos, o Smart Magic é bastante completo, com um teclado numérico disponível no acessório. O controle é bem completo, e ainda oferece atalhos para alguns dos principais serviços de streaming no Brasil: Netflix, Amazon Prime Video, Disney+ e Globoplay.

O controle remoto da smart TV da LG também possui atalhos para Assistente do Google e Alexa. Por eles, você ativa os comandos de voz, pelos quais pode fazer buscas por conteúdo ou até controlar dispositivos da sua casa.

Sistema de Som

Como é comum em smart TVs de entrada, a LG UQ8050 tem sistema de som estéreo com 20 W de potência RMS. Ou seja, são dois alto-falantes de 10 W cada, considerando a potência média alcançada por uma extensa faixa de tempo.

O volume máximo chega a 100, com uma potência razoável para escutar. Não é necessário chegar a tanto, sendo que na casa dos 30 a 40 já é bem audível para conteúdos como filmes e séries. Não senti distorção mesmo quando aumentei até o volume 90.

Claro que o sistema de som não é de alta qualidade, mas é muito bom para uma smart TV da faixa de preço da LG UQ8050. Para ter um áudio mais definido, com distinção real entre graves e agudos, o ideal seria investir em uma soundbar ou Home Theater.

Dá para melhorar a reprodução com a função IA, que ajusta volume de diferentes canais conforme o conteúdo em reprodução. Outra funcionalidade interessante é o AI Acoustic Tuning, que usa o microfone do controle remoto para captar sons do ambiente e ajustar os alto-falantes para o melhor áudio.

Lembrando que a televisão 4K da LG possui uma entrada HDMI ARC para conectar um sistema de som externo. E também tem a opção de usar o Bluetooth — que, no entanto, pode ter um leve atraso.

Concorrentes Diretos

Levando em conta o preço da LG UQ8050, uma de suas principais concorrentes seria a Samsung Crystal BU8000. Mas há modelos da própria LG que podem ser considerados numa possível compra, como a UP7750.

No caso da smart TV da Samsung, você opta pelo sistema operacional Tizen, em vez do webOS. De resto, é mais ou menos a mesma experiência, de uma smart TV com bastante funcionalidade, mas sem grandes destaques na questão do painel.

A UP7550 é mais ou menos a mesma coisa. É um lançamento do ano anterior da LG, mas não chega a ser a antecessora da UQ8050. A UP8050 chegou em tamanhos de tela maiores, e aí o preço destoa bastante.

Falando nisso, os valores de investimento não variam tanto. A Samsung BU8000 custa em torno de R$ 4.000 com 60 polegadas, mesma faixa da UQ8050. A LG UP7550 fica um pouco abaixo dos R$ 4.000.

LG UQ8050: vale a pena?

Se você busca uma smart TV mais básica, mas não abre mão de boas funcionalidades, a LG UQ8050 é uma excelente opção. O dispositivo lança mão de inteligência artificial para facilitar a sua vida ao ajustar cores, brilho e até o som de cada filme e série que você assistir.

O televisor da LG também é interessante para quem quer acompanhar algum esporte de perto, ao permitir colocar lembretes para partidas de torneios importantes. E mais: agrega conteúdo sobre seu time do coração de maneira inteligente e intuitiva.

Os dois principais pontos fracos da UQ8050 são a quantidade de reflexos e o recurso de gestos do controle remoto Smart Magic. O primeiro tem solução simples, pois só exige um bom planejamento do local de instalação.

A segunda questão é mais complexa. O recurso é bem útil, na verdade, mas não permite ser desativado. Isso, para quem não tem a mão firme para apontar e selecionar conteúdo, pode ser bastante chato, principalmente porque consome pilha à toa.