Review Edifier X5 | Agradável na qualidade e no preço

Por Jucyber | Editado por Léo Müller | 04 de Janeiro de 2022 às 16h00

clique para compartilhar

Link copiado!

Edifier X5
ver mais

O Edifier X5 é mais uma aposta da fabricante de dispositivos de áudio no mercado de fones de ouvido Bluetooth bons e baratos. Esse TWS tem como proposta entregar uma sonoridade agradável por um preço acessível.

Apesar de fazer parte da linha de entrada da empresa, o dispositivo traz algumas características importantes para elevar a experiência de uso. Dessa forma, dá para entender que a fabricante focou em lapidar o que já era bom nas gerações anteriores.

Além disso, a Edifier promete que o microfone duplo do X5 é um dos melhores da categoria, pois a proposta é dar mais clareza nas ligações e garantir a nitidez necessária na comunicação por voz à distância.

Outro ponto que a marca destaca é a autonomia de bateria com até 21 horas de duração — somando as recargas que o case dá. Mas será que o Edifier X5 é capaz de proporcionar tudo isso com qualidade? Confira na análise completa.

Confira o preço atual do Edifier X5

Prós

  • Formato confortável
  • Som agradável
  • Estojo compacto
  • Preço

Contras

  • Sem controle de volume nos fones
  • Autonomia abaixo do esperado

......

Ivo Meneghel Jr/Canaltech

Design e construção

À primeira vista, o formato do Edifier X5 lembra bastante o visto nos modelos JBL Live Pro+ e no Honor Earbuds 2 Lite. E por ambos terem como inspiração os Apple AirPods Pro, é notório que a gigante de Cupertino ainda é a maior referência em design para as fabricantes de fones de ouvido TWS.

  • Dimensões: 3,7 x 2,8 x 4 cm (cada fone); 5,8 x 3 x 4 cm (estojo);
  • Peso: 4,8 g (cada fone); 30,7 g (estojo);

O corpo do X5 é todo construído em plástico, e a Edifier disponibiliza na embalagem dos acessórios três opções de borracha — nos tamanhos pequena, média e grande — para isolamento passivo do som.

Na parte externa, a empresa inseriu a logo em alto-relevo na área sensível ao toque para facilitar a identificação do sensor na hora do uso. Os comandos são executados via clique ou pressão, e isso permite uma variedade interessante de interações. Entre elas, estão:

  • Um toque (em ligação): atende ou termina a chamada;
  • Pressão por 2 segundos (em ligação): recusa a chamada;
  • Um toque: tocar ou pausar;
  • Três toques: faixa anterior;
  • Dois toques: próxima faixa;
  • Pressão por 2 segundos: ativa a assistente de voz do celular.

Infelizmente não existem diferenciações entre as ações executáveis por cada fone, como vemos em diversos modelos desse formato. Além disso, um ponto negativo é não poder realizar o ajuste no volume por toque, pois isso torna o fone dependente do dispositivo ao qual ele está conectado para a execução dessa tarefa simples.

A parte externa também traz uma luz de LED que varia entre azul e vermelho, sendo a primeira cor para indicar quando o aparelho está pronto para pareamento, e a segunda informa que o aparelho está em recarga.

Outra característica que chama a atenção é o sensor que pausa a música quando um dos fones é removido da orelha. A vantagem disso é que o Edifier X5 não tem um gasto desnecessário de bateria.

Na parte interna, é possível encontrar dois conectores em cada fone para plugá-los ao estojo de carregamento. Já o case tem como principal vantagem o fato de ser extremamente compacto, e isso faz com que o transporte dele não seja desconfortável.

A tampa tem fechamento magnético, e por dentro existem quatro pinos — dois de cada lado — para a recarga do Edifier X5. Como já era de se esperar, o estojo também tem entrada USB-C para carregamento dele, que é um formato de conexão utilizado pela empresa há alguns anos em seus modelos TWS.

Um elemento interessante presente nos fones de ouvido é a certificação IP55. Esse formato de proteção garante que o equipamento sobreviverá a jatos d'água e poeira. Isso é uma grande vantagem para quem pretende utilizá-los em exercícios físicos.

O Edifier X5 traz elementos atrativos para a faixa de preço em que se enquadra. Um deles é o conforto, pois a possibilidade de utilizá-lo por horas sem sentir incômodo — seja para trabalhar, se exercitar ou estudar — faz toda a diferença.

Jucyber

Qualidade de som do Edifier X5

Graças a presença do chip Qualcomm AptX, a qualidade sonora do Edifier X5 atende bem às expectativas. A linha X já possui uma ótima estabilidade na reprodução do som desde o modelo X3, e isso fez com que a marca só lapidasse o que já era bom.

Os usuários ecléticos ficarão satisfeitos com os fones de ouvido. Isso porque eles foram desenvolvidos para atender a diferentes públicos. Dessa forma, ao ouvir músicas de diferentes gêneros, dá para sentir que existe uma equidade entre diferentes tonalidades.

O grave é muito bem executado pelo aparelho, pois dá para senti-lo com a força necessária. Na canção Problem, da Ariana Grande e Iggy Azalea, dá para perceber como a frequência mais baixa se comporta no refrão.

Apesar de o agudo não estar tão destacado, a presença dele é capaz de dar um equilíbrio sonoro interessante nas músicas. E da mesma maneira o médio demonstra que dá para fazer fone bom e barato.

Entretanto, uma característica presente no Edifier X5 chamou a atenção o tempo todo, que é a forma como os instrumentos se sobressaem em relação à voz dos cantores.

Mesmo em músicas mais românticas, como Alma Gêmea do Fábio Júnior, dá para ouvir que a guitarra faz os riffs do refrão mais alto do que o necessário e notório em outros fones.

Felizmente, os acessórios não apresentam chiados quando o volume está em 100%, e isso demonstra toda a sua capacidade. Porém, ele não é tão alto quando está em 50%, assim como vemos no JBL Wave 100TWS.

Em jogos, no entanto, dá para sentir um pouco de atraso na execução das ações. Na prática, isso é um ponto negativo, pois em games multiplayer esse delay pode fazer o jogador ser atingido antes de reagir à presença do adversário.

O Edifier X5 também conta com microfone duplo, e eles possuem a tecnologia cVc 8.0 que tem como propósito reduzir o ruído do ambiente durante as chamadas.

Entretanto, o uso prático demonstra que esse recurso tem seu lado bom e ruim, pois o ruído fica quase imperceptível, mas a voz não tem a nitidez esperada e fica meio robótica.

A qualidade de áudio do Edifier X5 é muito melhor do que o esperado nessa faixa de preço. O grave é bem forte e dá uma sonoridade atrativa para as minhas canções favoritas.

Jucyber

Bateria e conectividade

O Edifier X5 tem tecnologia Bluetooth 5.0, sendo possível conectar os fones de ouvido via pareamento padrão ao celular ou computador. A conexão se mostra bem estável no uso diário e o alcance do sinal é superior a 10 metros.

Já a bateria tem uma autonomia total estimada em 21 horas, sendo 6 horas dos fones e mais 15 horas garantidas pelas recargas no case. Isso quer dizer que o acessório fica dentro da média esperada para a categoria.

Na prática, o X5 apresentou um resultado abaixo do prometido pela fabricante. Ao ouvir músicas e assistir a vídeos com o volume em 50%, os nossos testes demonstraram que o consumo total da carga dos fones foi finalizado em um ciclo de 5 horas e 14 minutos.

Apesar de os testes darem um parâmetro do uso real, pode acontecer de esse gasto variar de acordo com o tipo de uso de cada pessoa.

Ficha técnica

  • Dimensões: 3,7 x 2,8 x 4 cm (cada fone); 5,8 x 3 x 4 cm (estojo);
  • Peso: 4,8 g (cada fone); 30,7 g (estojo);
  • Impedância: 32 Ohms;
  • Resposta de Frequência: 20 Hz – 20 kHz;
  • Conexão: USB-C;
  • Bateria: 50 mAh (cada fone); 350 mAh (estojo);
  • Bluetooth: 5.0

Concorrentes diretos

Por se tratar de um fone custo-benefício, o Edifier X5 possui alguns grandes concorrentes na mesma categoria. Entre eles, um destaque maior merece ser dado aos modelos JBL Wave 100TWS e Redmi AirDots 3.

Os Redmi AirDots 3 são um grande exemplo do trabalho da Xiaomi para se estabilizar como uma marca que traz modelos aprimorados para quem não pode gastar muito em um fone TWS.

Os ajustes realizados no driver de áudio entregam como vantagem ao público um som com baixa latência em jogos, bem como um valor de compra interessante para o bolso, que é próximo de R$ 250.

Já os JBL Wave 100TWS possuem um ótimo equilíbrio entre as frequências principais exploradas: grave, médio e agudo. Porém, não há uma tonalidade que se destaque mais, e isso o faz ficar um pouco abaixo do que é entregue pelo X5.

Em relação à autonomia, eles proporcionam a mesma capacidade no uso diário, e isso dá aos modelos da JBL e Edifier uma equivalência energética. Porém, o preço médio próximo de R$ 290 demonstra que o Wave 100TWS será um gasto mais significativo para o bolso.

O Edifier X5 vale a pena?

O Edifier X5 demonstra que é uma ótima opção dentre os modelos custo-benefício à venda aqui no Brasil. Os fones entregam graves marcantes para a categoria de entrada, e não deixam a desejar nos médios e agudos.

Entretanto, o controle de sonoridade faz com que os instrumentos fiquem um pouco mais destacados do que a voz dos cantores. Isso não afeta muito a experiência de uso, mas pode ser incômodo para quem tem um ouvido mais treinado.

Para aqueles que gostam de conforto, utilizar o Edifier X5 por longas horas não gera nenhum tipo de efeito negativo. Além disso, a fixação no ouvido permite que os movimentos dos exercícios físicos sejam executados sem que os fones caiam.

Apesar de a bateria ficar abaixo do prometido pela empresa, eles dão algumas horas significativas para o uso, e estão no mesmo patamar de autonomia dos JBL Wave 100TWS. Além de valer muito a pena, o X5 pode ser encontrado em lojas varejistas do país pelo preço médio de R$ 220.

Gostou dos Edifier X5? Então, confira a oferta que separamos para você no link abaixo: