Google oficializa primeiros Chromebooks gamer com foco em streaming

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 11 de Outubro de 2022 às 14h06

clique para compartilhar

Link copiado!

Tudo sobre Google
ver mais

Em meio à iniciativa de trazer a Steam ao ChromeOS, e de investir fortemente em streaming de games — apesar da queda do Stadia —, o Google oficializou nesta terça-feira (11) a estreia da categoria de Chromebooks gamer. Apesar de não trazer gráficos dedicados potentes ou CPUs poderosas de alto consumo, as máquinas prometem uma experiência encorpada de gameplay graças aos recursos que embarcam, como telas de alta taxa de atualização e otimizações do sistema.

Exatamente por contar com hardware mais simples, os Chromebooks gamer devem se tornar uma opção interessante com preço mais acessível, até quando comparados a máquinas Windows com especificações semelhantes — a faixa de preço estabelecida pelo Google e fabricantes parceiras fica entre US$ 399 e US$ 799, algo em torno de R$ 2.100 e R$ 4.180, em conversão direta e sem impostos.

Para o lançamento, Acer, ASUS e Lenovo confirmaram que apostarão na iniciativa com modelos que chegam ao mercado ainda neste mês. Conforme sugeriu o vice-presidente de produtos para ChromeOS, John Maletis, ao portal PC World, ainda que Chromebooks antigos com chips como um Intel Core i3 tenham suporte ao streaming de games, a experiência de uso "será muito, muito melhor nas novas máquinas".

Acer Chromebook 516 GE traz CPU Intel Alder Lake-P

Primeiro e mais potente dos três modelos, o Acer Chromebook 516 GE estreará embarcado com a família de processadores Intel Alder Lake-P, com consumo estabelecido em 35 W. Serão duas opções de CPU: o Core i5 1240P, de 12 núcleos e 16 threads (4 P-Cores + 8 E-Cores) operando a até 4,4 GHz, e o Core i7 1260P, também munido de 12 núcleos e 16 threads, mas trabalhando a até 4,7 GHz. Acompanham a CPU até 16 GB de RAM LPDDR4X e até 256 GB de armazenamento SSD PCIe 3.0.

Focando na experiência de consumo de mídia, a máquina utiliza um painel bastante premium, com display IPS LCD de 16 polegadas Quad HD+, de 2560 x 1600 pixels em proporção 16:10, taxa de atualização de 120 Hz e 100% de cobertura da gama de cores sRGB. Fora isso, há um sistema de som com 4 speakers otimizado pela DTS e teclado com retroiluminação RGB configurável e tecnologia N-Key Rollover, que impede bloqueios quando muitas teclas são pressionadas ao mesmo tempo.

Como uma máquina focada no streaming de jogos, o Chromebook 516 GE embarca tecnologias encorpadas de conectividade, incluindo suporte a Wi-Fi 6E e porta RJ-45 de 2,5 Gb. Ainda assim, em virtude do hardware potente para a categoria, o modelo é um dos poucos do mercado a ter acesso à Steam, também permitindo que o usuário acesse e baixe jogos da plataforma.

No mais, o dispositivo traz duas portas USB-C, porta USB-A, Bluetooth 5.2, HDMI, webcam Full HD e bateria com promessa de até 9 horas de autonomia. Ainda sem uma data precisa de estreia, apesar de ser esperado para outubro, o Acer Chromebook 516 GE deve se tornar uma das opções avançadas mais acessíveis, com sua configuração mais básica — munida de Core i5 1240P, 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento — sendo vendida por US$ 649.99 (~R$ 3.390).

ASUS Chromebook Vibe CX55 Flip tem tela de 144 Hz

O modelo da ASUS é o mais simples em relação ao processamento, ainda que as opções de CPU se mantenham relativamente fortes atualmente. O Chromebook Vibe CX55 Flip traz a 11ª geração Intel Tiger Lake, em variantes com o Core i3 1115G4 (2 núcleos e 4 threads, até 4,1 GHz), Core i5 1135G7 (4 núcleos e 8 threads, até 4,2 GHz) ou Core i7 1165G7 (4 núcleos e 8 threads, até 4,7 GHz). O conjunto é completado por até 16 GB de RAM e até 512 GB de armazenamento SSD.

A ASUS tenta compensar as especificações mais básicas com os recursos, a começar pela tela de 15,6 polegadas com taxa de atualização de 144 Hz, a mais suave entre as máquinas anunciadas, mesmo que a resolução seja "apenas" Full HD, de 1920 x 1080 pixels.

Como o nome sugere, há uma peculiaridade por aqui: o CX55 Flip é um aparelho 2 em 1, que possibilita o uso como um tablet ou em formatos diferentes, incluindo em tenda e apresentação, o que pode ser mais conveniente para alguns usuários. Fora isso, o sistema de som é estéreo e embarca otimizações da Harman Kardon.

Apesar de ser um "dispositivo gamer", o novo Chromebook da ASUS tem um visual relativamente sóbrio, com tampa em metal e teclado sem iluminação RGB, com a exceção indo para as teclas WASD, em tom de laranja para se destacar. Novamente, diante do foco em cloud gaming, há compatibilidade com Wi-Fi 6, duas portas USB-C, porta USB-A, HDMI 2.0a, conector P2 para fones de ouvido e leitor de cartões MicroSD, junto a uma webcam HD e Bluetooth 5.0.

Também aguardado para outubro, o aparelho não teve um preço oficial divulgado, mas já é listado na Best Buy dos EUA em configuração com Core i5 e 8 GB de RAM por US$ 699 (~R$ 3.650). O preço mais elevado pode ser justificado pelo formato 2 em 1.

Lenovo IdeaPad Gaming Chromebook é opção equilibrada

Vazado pelo próprio site da empresa na semana passada, o Lenovo IdeaPad Gaming Chromebook estreia como uma versão revisada do IdeaPad 5i Chromebook, e é uma opção equilibrada que se posiciona entre os dois concorrentes. O dispositivo vem embarcado com CPUs da família Intel Alder Lake-U de 12ª geração, posicionada abaixo da linha Alder Lake-P adotada no rival da Acer, limitados a um consumo de 15 W.

Serão oferecidos variantes com chip Intel Core i3 1215U, de 6 núcleos e 8 threads (2 P-Cores + 4 E-Cores) rodando a até 4,4 GHz, ou Intel Core i5 1235U, de 10 núcleos e 12 threads (2 P-Cores + 8 E-Cores) também trabalhando a até 4,4 GHz, acompanhados de 8 GB de RAM e até 512 GB de armazenamento SSD M.2 NVMe.

Assim como os outros laptops anunciados, o IdeaPad Gaming Chromebook tem foco nos recursos gamer, incluindo um display IPS LCD Quad HD+ de 16 polegadas com resolução de 2560 x 1600 pixels e taxa de atualização de 120 Hz, e 4 speakers estéreo. Além disso, o teclado é um diferencial interessante por oferecer profundidade de tecla de 1,5 mm, junto à tecnologia de N-Key Rollover e iluminação RGB de 4 zonas.

Outro ponto forte é a bateria de 71 Wh, que entregaria até 11 horas de autonomia segundo a Lenovo. Fora isso, o lançamento oferece Wi-Fi 6E, duas portas USB-C, duas portas USB-A, leitor de cartões MicroSD e conector P2 para fones de ouvido.

ChromeOS ganha otimizações para streaming

Como parte da parceria com o Google, as três fabricantes oferecerão períodos de teste de 3 meses para o Amazon Luna e para o Nvidia GeForce NOW RTX 3080. Não haverá uma oferta para o Xbox Cloud Streaming, mas a plataforma também é suportada, sendo possível instalar o Progressive Web App (PWA, acessível através do Chrome) e executá-lo como um app nativo do ChromeOS. Obviamente, não há testes para o Stadia, em virtude do encerramento do serviço.

A gigante das buscas implementou ainda algumas novidades no ChromeOS, em preparação para a estreia dos Chromebooks gamer. A primeira delas é a possibilidade de encontrar e acessar games em serviços de streaming diretamente da busca do sistema — recurso inicialmente compatível apenas no GeForce NOW e Google Play Games.

A outra, mais interessante para entusiastas, é a ampliação do suporte a periféricos gamer de marcas como Acer, Corsair, HyperX, Lenovo e SteelSeries. Novos acessórios que cumprirem os requisitos do Google receberão o selo "Works with Chromebook" (funciona com Chromebook, em tradução livre). Até o momento, não se sabe se o projeto dos Chromebooks gamer será trazido ao Brasil.

Fonte: PC World, XDA Developers