Fotos de satélite mostram o furacão Ian avançando pelo Golfo do México

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 28 de Setembro de 2022 às 16h23

clique para compartilhar

Link copiado!

O furacão Ian avança pelas águas do Golfo do México e segue em direção ao litoral da Flórida, e sua trajetória foi registrada pelo satélite GOES-16, operado pela NASA e pela Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA). As imagens foram capturadas nesta semana e são breves, mas mostram a dimensão do furacão e alguns raios próximos de seu olho.

O Ian surgiu como uma tempestade tropical no mar do Caribe, e não demorou muito até se tornar o furacão que chegou a Cuba nesta semana, acompanhando de chuvas fortes e ventos a mais de 190 km/h. Uma das imagens capturadas pelo GOES-16 mostra o furacão na região, junto de brilhos de cor lilás, vindos dos raios.

Outra imagem mostra com mais detalhes o furacão se aproximando da Flórida, com destaque para o olho dele, no centro. Esta é uma área circular em que os ventos sopram a cerca de 20 km/h, ou seja, são relativamente fracos quando comparados com os ventos do restante do furacão.

Confira:

Os meteorologistas descrevem o furacão Ian como um “pesadelo”, já que, além dos fortes ventos e chuvas, ele vem se movendo lentamente por onde passa. Segundo o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos, o Ian deverá aumentar o nível do mar no litoral da Flórida em 5 m.

Já o NOAA estima que a tempestade “deve trazer danos catastróficos causados pelo vento, ao longo do litoral sudoeste da Flórida”. As previsões apontam chuvas fortes em toda a península nesta quinta-feira (29), e devem ocorrer grandes inundações em diferentes áreas do estado.

Furacão Ian prejudica lançamentos espaciais

Devido às condições meteorológicas desfavoráveis causadas pelo furacão, a NASA reavaliou o cronograma de seus próximos lançamentos espaciais. Por isso, o foguete Space Launch System, que lançaria a missão Artemis I no início de outubro, foi levado de volta ao prédio Vehicle Assembly Building, onde ficará protegido por tempo ainda indeterminado.

Já o lançamento da missão Crew-5 à Estação Espacial Internacional foi adiado do dia 3 de outubro para 4 devido ao furacão. Tanto o foguete Falcon 9 quanto a cápsula Crew Dragon que será usada na missão seguem no interior do hangar da SpaceX, no Kennedy Space Center.

Fonte: NOAA (1, 2), NHC