Eleições 2022 | Como consultar a sua seção eleitoral pela internet

Por Kaique Lima | Editado por Claudio Yuge | 31 de Agosto de 2022 às 14h20

clique para compartilhar

Link copiado!

A Justiça Eleitoral liberou nesta terça-feira (30) a consulta pela internet da seção eleitoral de todas as pessoas aptas a votar nas eleições de 2022. O primeiro turno do pleito está marcado para o dia 2 de outubro e, caso seja necessário um segundo turno para os cargos de governador e presidente, o mesmo acontece em 30 de outubro.

Embora o título de eleitor contenha as informações sobre a seção eleitoral, é recomendável fazer uma consulta pela internet sobre o número e o endereço da mesma, que pode ter mudado por conta de uma reforma em uma escola, por exemplo.

O que é e como consultar a seção eleitoral

A seção eleitoral é o local onde o eleitor é recebido para votar, onde ficam os mesários, que realizam a checagem de documentos, e a urna eletrônica onde o cidadão depositará seu voto. Este local deve garantir privacidade o suficiente para que o sigilo do voto seja respeitado. Em geral, este local é uma sala de aula de uma instituição de ensino pública ou privada. Confira como consultar sua seção eleitoral.

1. Para consultar a seção eleitoral, o cidadão precisa acessar o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que é https://www.tse.jus.br/eleitor/local-de-votacao-zonas-eleitorais;

2. Em seguida, clique em “Consulta local de votação”;

3. No passo seguinte, o eleitor deve escolher entre Consulta por nome ou Consulta por título. Aqui, escolhemos a Consulta por nome;

4. Na página seguinte, é necessário inserir o nome, número do título de eleitor ou o CPF na primeira barra;

5. Na segunda, preencher a data de nascimento completa, com dia, mês e ano;

6. Na terceira, o nome completo da mãe;

7. Depois disso, é só clicar em “consultar”;

8. A página irá carregar e, em seguida, retornará os dados de identificação do eleitor e do domicílio eleitoral, como o número da zona, seção e endereço do local de votação.

O que levar para votar?

É importante lembrar que, no dia da votação, não é necessário levar o título de eleitor, mas o eleitor pode levar o documento para consulta. Para votar, o cidadão precisa apenas estar em poder de um documento oficial com foto (RG, carteira de habilitação e passaporte são os únicos aceitos).

Uma novidade destas eleições é a restrição da entrada de aparelhos celulares na cabine de votação. Inclusive, os mesários podem reter os smartphones no momento em que o eleitor estiver votando e devolver apenas depois do processo. Máquinas fotográficas e filmadoras, além de armas de fogo, também estão proibidos nas seções eleitorais.