Vídeo gravado pela Orion mostra crateras da Lua que podemos ver aqui da Terra

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 06 de Dezembro de 2022 às 19h15

clique para compartilhar

Link copiado!

Tudo sobre NASA
ver mais

Enquanto sobrevoava a Lua nesta segunda-feira (5) durante a missão Artemis I, a nave Orion capturou belas imagens de crateras lunares. Este foi o segundo e último sobrevoo que levou a Orion para pertinho da superfície lunar, e aconteceu antes de a cápsula iniciar sua jornada de retorno à Terra.

As imagens foram publicadas pela NASA e não há indicações dos nomes das crateras filmadas pela Orion. Devido à localização, é possível que a maior delas seja a cratera Kepler, enquanto a outra, parcialmente visível perto do horizonte, pode ser a cratera Gassendi, com 111 km de diâmetro.

Confira o vídeo:

Ambas as crateras das imagens podem ser observadas usando telescópios amadores aqui da Terra, e guardam lembranças da época do programa Apollo. Gassendi foi considerada um local de pouso alternativo para a missão Apollo 17, que acabou descendo na região de Taurus-Littrow em 19 de dezembro de 1972. Já a cratera Kepler fica no Oceano das Tormentas, próximo da zona de pouso da Apollo 12.

A Orion chegou a ficar apenas 125 km distante da superfície lunar em sua máxima aproximação. No instante em que registrava o vídeo das crateras, a nave estava a pouco mais de mil quilômetros de distância da Lua.

A cápsula agora está voltando à Terra e deverá pousar no Oceano Pacífico no dia 11 de dezembro. Então, a missão Artemis II deve acontecer em 2024, levando astronautas para um "passeio" ao redor da Lua, enquanto o momento tão aguardado do retorno de humanos à superfície lunar fará parte da Artemis III, prevista para 2025.