Agora vai? Lançamento do Telescópio Espacial James Webb é definido para dezembro

Por Wyllian Torres | Editado por Patricia Gnipper | 09 de Setembro de 2021 às 14h00

clique para compartilhar

Link copiado!

Depois de tantos adiamentos, finalmente o Telescópio Espacial James Webb (JWST, na sigla em inglês) tem uma nova data para seu lançamento. Agora, a data ficou marcada para o dia 18 de dezembro deste ano. O telescópio será lançado a bordo do foguete Ariane 5, da Arianespace, a partir das instalações da ESA na Guiana Francesa — mais de seis semanas após a última data definida —, mas não iniciará suas observações em 2021.

Após a conclusão de um período intenso de testes finais com o JWST, fundamentais para garantir o sucesso do lançamento, a ESA e a NASA estabeleceram a nova data e, agora, preparam o telescópio espacial para uma viagem ao local do voo, programada para o fim de setembro. Vale destacar que o projeto já acumulou um grande orçamento, além de ter extrapolado seu cromograma desde seu início, na década de 1990.

Em comunicado oficial, Günther Hasinger, diretor de ciência da ESA, disse que o Webb e seu veículo de lançamento, o Ariane 5, estão prontos graças ao excelente trabalho de todos os parceiros envolvidos no projeto. “Estamos ansiosos para ver os preparativos finais para o lançamento no espaçoporto europeu", acrescentou Hasinger.

No início deste ano, o lançamento do JWST estava marcado para o dia 31 de outubro. No entanto, a data foi suspensa por conta de algumas anomalias observadas no foguete Ariane 5. Em junho, o administrador associado da NASA, Thomas Zurbuchen, admitiu que manter este cronograma seria complicado.

Embora o telescópio espacial esteja pronto para iniciar sua jornada pelo espaço, ele ainda não foi enviado da sua atual localização, na Califórnia, até o local do lançamento, na Guiana Francesa. De acordo com as estimativas, serão necessárias pelo menos 10 semanas para realizar este transporte. Ainda, o Ariane 5 só começou sua jornada da Europa à Guiana em meados do mês passado.

Depois de quase um ano sem voar, o Ariane 5 realizou seu primeiro voo em 2021 em 30 de julho, quando lançou o primeiro satélite comercial totalmente reprogramável. Segundo a Arianespace, o foguete foi “colocado no banco” após dois lançamentos no ano passado, mas, apesar do sucesso parcial, enfrentou anomalias em seu estágio superior. O lançador ainda passará por mais um teste até o fim de setembro.

Para Gregory L. Robinson, diretor do programa do Webb na NASA, o telescópio é uma missão exemplar que simboliza a perseverança. "Agora que temos um observatório e um foguete prontos para o lançamento, estou ansioso pelo grande dia e pela incrível ciência que está por vir", ressaltou Robinson.

Assim que o James Webb for colocado em órbita, ele passará cerca de um mês viajando até o seu destino, o Ponto de Lagrange 2 (L2), a 1,5 milhão de km de distância da Terra, onde permanecerá em uma “órbita de estacionamento”. O ponto L2 se encontra na parte externa da "reta" que liga a Terra ao Sol. Ali, o telescópio permanecerá protegido do calor que atrapalharia sua capacidade de observar o espaço no infravermelho.

Fonte: Space.com