Furacão Ian exige que lançamento da Crew-5 seja adiado mais uma vez

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 29 de Setembro de 2022 às 12h56

clique para compartilhar

Link copiado!

O lançamento da missão Crew-5 à Estação Espacial Internacional foi adiado mais uma vez. Em um comunicado publicado nesta quarta-feira (28), a NASA informou que as equipes da agência espacial e da SpaceX decidiram que o lançamento não acontecerá antes do dia 5, durante a tarde. As equipes da missão seguem estudando oportunidades de lançamento nos dias 6, 8 e 9, caso haja necessidade de uma nova mudança.

Na publicação, a agência espacial destaca que as equipes da missão seguem acompanhando os impactos do furacão Ian na Flórida. Originalmente, o lançamento estava programado para o dia 3 de outubro, mas foi adiado devido às condições meteorológicas desfavoráveis causadas pela chegada do furacão. Já nesta semana, houve um novo adiamento, que colocou o lançamento para o dia 4 de outubro.

A NASA observou também que, se for necessário, a data estimada para o lançamento poderá sofrer um novo ajuste. “Mais atualizações do cronograma, incluindo a chegada da tripulação do Centro Espacial Johnson ao [Centro Espacial] Kennedy, serão fornecidas nos próximos dias, dependendo da situação meteorológica e do centro”, escreveram.

A missão Crew-5 levará Nicole Mann e Josh Cassada, astronautas da NASA que vão servir como comandante e piloto da missão, respectivamente. Eles estarão junto de Koichi Wakata e Anna Kikina, das agências espaciais do Japão e Rússia, e ambos vão servir como especialistas da missão. Com a mudança, o retorno da missão Crew-4 será adiado acompanhando o lançamento da Crew-5, para garantir que as tripulações passem cinco dias juntas a bordo da estação.

Enquanto isso, a cápsula Crew Dragon segue acoplada ao foguete Falcon 9, e ambos seguem protegidos no hangar da SpaceX, no Centro Espacial Kennedy. Quando o furacão passar, as equipes da NASA e SpaceX vão analisar os possíveis impactos ocorridos por lá, avaliando também se será preciso realizar alguma nova mudança no cronograma da missão.

Fonte: NASA