Firefly Aerospace falha em segunda tentativa de levar foguete à órbita

Por Patrícia Gnipper | 30 de Setembro de 2022 às 16h25

clique para compartilhar

Link copiado!

Não deu certo a segunda tentativa da Firefly Aerospace de lançar o foguete Alpha à órbita. Após uma explosão ocorrida em setembro do ano passado, a empresa faria uma nova tentativa na manhã desta sexta-feira (30), mas precisou abortar o lançamento logo após a ignição dos motores do veículo.

O primeiro estágio do Alpha foi acionado pouco antes das 5h da manhã (horário de Brasília), mas seus motores se desligaram logo em seguida, com o foguete permanecendo intacto na base de lançamentos.

No Twitter, a empresa disse que "o foguete abortou automaticamente [a ignição] logo após seu acionamento". A Firefly ainda explicou que "isso foi projetado no sistema para garantir sua segurança", dizendo também que suas equipes vão fazer as revisões necessárias para determinar quando será a próxima tentativa de colocar o foguete Alpha em órbita.

Quando conseguir tal feito, a empresa levará à órbita uma carga contendo dois pequenos satélites: um cubesat da Teachers in Space, organização não-governamental que pretende usar os dados coletados para fins educativos; e outro cubesat criado pela NASA com a San Jose State University, para testar um método de desórbita.

Com seu novo foguete, a Firefly pretende oferecer lançamentos para pequenos satélites no mercado, cobrando US$ 15 milhões por missão. O Alpha tem 29 metros de altura e é capaz de carregar cerca de 1.170 quilos de cargas para a órbita baixa da Terra.