Astronauta na ISS fotografa vulcão de O Senhor dos Anéis

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 30 de Setembro de 2022 às 11h56

clique para compartilhar

Link copiado!

Enquanto a Estação Espacial Internacional (ISS) sobrevoava a Nova Zelândia, um astronauta da Expedição 65 aproveitou para fotografar o Monte Ruapehu, o maior vulcão ativo do país. A foto foi feita no dia 23 de setembro e mostra o vulcão com uma cobertura de neve, que cerca o lago hidrotermal no topo dele.

Localizado no Parque Nacional de Tongariro, no centro da Ilha Norte da Nova Zelândia, o vulcão deverá parecer familiar para os fãs de O Senhor dos Anéis, de J. R. R. Tolkien: foi ali que foram filmadas as cenas da Montanha da Perdição, que aparecem nos filmes da saga. Outras partes do parque também foram usadas para representar a região de Mordor.

Confira a foto:

Esta "versão real" da Montanha da Perdição chega à altura máxima de 2,9 km, e é a montanha mais alta da Ilha Norte. Já o Lago da Cratera, com águas de alta acidez, fica perto do cume do vulcão, sendo aquecido por um sistema hidrotérmico formado por uma câmara de magma no fundo dele. Durante o ano, o lago tem temperaturas de 15 ºC a 45 ºC.

Entretanto, os aumentos súbitos da temperatura são sinais importantes, que podem indicar atividade vulcânica em andamento. Como este lago é a única parte geologicamente ativa do vulcão observável da superfície, as mudanças de temperatura e nas emissões gasosas ali são essenciais para a detecção de atividade vulcânica.

Esta não é a primeira vez que as histórias e lugares da obra de Tolkien “participam” da vida real: em 2021, uma equipe de cientistas descobriu os restos de uma antiga caldeira no fundo do mar, que pertenceu a um vulcão submarino extinto. O nome? Bem, eles decidiram chamá-la de “Olho de Sauron”, também em referência à trilogia O Senhor dos Anéis.

Fonte: NASA (Earth Observatory)