Nokia

Nokia

"Connecting People (Conectando Pessoas)"
  • Fundação

    Nokia, Finlândia, em 12 de Maio de 1865

  • Sede

    Karakaari 7, Espoo, Finlândia

A Nokia Corporation é uma multinacional finlandesa de telecomunicações e tecnologia fundada em 1865 na cidade de Nokia, na Finlândia, por Fredrik Idestam, Leo Mechelin e Eduard Polón. Atualmente, a empresa tem sua sede na cidade de Espoo.

Ao longo de seus mais de 150 anos de existência, a companhia atuou em múltiplos ramos industriais até chegar às atividades pelas quais é conhecida nos dias atuais. A primeira operação era focada na fabricação de papel. Logo, passaram a trabalhar com borracha e produzir cabos, botas e pneus. Apenas nos anos 1960 a empresa entraria no ramo de eletrônicos e na década seguinte entraria na área de redes, telecomunicações e rádio.

Em 1987, lançou seu primeiro celular, o Mobira Cityman 900. Foi a partir de 1990 que a empresa começou a tomar a forma pela qual a Nokia é conhecida do público, quando se desfez de outras atividades industriais para focar-se em telecomunicações.

Com o início da popularização dos celulares, nos anos 2000, os telefones Nokia alcançaram um patamar de reconhecimento do público. A empresa tornou-se conhecida pelos produtos duradouros e resistentes, o que deu origem ao meme de que o Nokia 3310 era indestrutível.

No entanto, a revolução do smartphone não foi gentil com a Nokia. A empresa estava bem posicionada com o sistema Symbian, mas foi pega de surpresa tanto pela popularização do iPhone quanto pelo surgimento do Android.

Para se diferenciar dos demais, os smartphones Nokia apostavam no Windows Phone, o que fez da empresa o último grande nome a apostar no sistema da Microsoft. A finlandesa produziu alguns aparelhos marcantes com a plataforma, como o Nokia Lumia 1020, que se destacava pela câmera.

A estratégia, no entanto, não deu resultado. Em 2014, a Microsoft adquiriu a divisão de celulares por US$ 5,4 bilhões para dar prosseguimento à linha Lumia. O negócio fez a Nokia dar prioridade total à operação de infraestrutura de telecomunicações, o que se refletiu na aquisição da rival Alcatel-Lucent, em 2015, por US$ 16,6 bilhões.

A marca Nokia, no entanto, voltou ao mercado de smartphones. Após recuperar o direito de usar seu nome em celulares, a companhia o licenciou para outra finlandesa, a HMD Global. 

Em 2017, a HMD Global lançou o primeiro smartphone com a marca, chamado de Nokia 6, agora apostando no ecossistema Android.

Produtos Nokia

Últimas sobre Nokia