As 10 rotas de avião mais longas do mundo

As 10 rotas de avião mais longas do mundo

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 23 de Setembro de 2022 às 15h30
Divulgação/Chalabala/Envato

Alguns dos destinos mais fantásticos do mundo também estão localizados em países longínquos, em que as viagens podem durar mais da metade de um dia. Para a realidade brasileira, por exemplo, é comum as rotas para a Europa ou Estados Unidos ultrapassarem a marca de 10, 11 horas com facilidade.

Mas saiba que existem rotas que são ainda maiores, que ultrapassam as 15 horas em muitos casos. Geralmente são trechos que ligam a Europa e Estados Unidos a países da Ásia e Oceania, como Singapura ou Austrália, utilizando aeronaves de extrema eficiência energética, como o Airbus A380 ou o Boeing 777.

Veja abaixo as 10 rotas de avião mais longas do mundo segundo a OAG, instituto que reúne todos os dados de voos do planeta.

10. Atlanta (EUA) - Joanesburgo (África do Sul)

O 10º lugar no ranking vai para o trecho que liga um dos principais hubs dos Estados Unidos, o aeroporto Hartsfield-Jackson, em Atlanta, na Georgia, até o aeroporto Oliver Tambo, em Joanesburgo, capital da África do Sul. O voo, enquanto disponível no site da Delta, companhia que operava esse trecho, durava 15 horas e percorria uma distância de aproximadamente 11.749km.

Aeroporto de Atlanta, nos EUA, é o ponto de partida para a décima rota de avião mais longa do mundo, com destino a Joanesburgo, na África do Sul (Imagem: Reprodução/formulanone)

9. São Francisco (EUA) - Singapura

Outro voo saindo dos Estados Unidos, desta vez do Aeroporto Internacional de São Francisco, mas a caminho de Singapura, para um dos terminais mais modernos do mundo, o aeroporto Changi. O voo, operado pela Singapore Airlines, percorre 11.796km e dura cerca de 16 horas e 40 minutos, sempre com um Airbus A350. Ele segue sendo oferecido pela companhia.

8. Nova Iorque (EUA) - Manila (Filipinas)

Mais uma rota saindo da terra do Tio Sam. Desta vez a origem é o aeroporto JFK, um dos maiores de Nova Iorque, em direção ao Aeroporto Internacional de Manila, capital das Filipinas. O trecho de 11.896km é feito pela Philippine Airlines, sem escalas, e dura 16 horas e 40 minutos.

O A350 é o avião escolhido pela Philipine Airlines para a rota entre Nova Iorque e Manila (Imagem: Divulgação/Airbus)

7. Dallas (EUA) - Sydney (Austrália)

Outro importante hub dos Estados Unidos é o Aeroporto Internacional de Dallas, no Texas. De lá saem inúmeros voos para Sydney, na Austrália, operados pela Qantas, uma das maiores empresas aéreas do país da Oceania. Esse trecho é de 11.992km e leva cerca de 17 horas e 20 minutos para ser concluído.

Segundo informações da companhia, ele pode ser feito com aeronaves como Boeing 777, Boeing 787 e Airbus A350.

6. Houston (EUA) - Sydney (Austrália)

Se você mora no Texas, mas não está em Dallas, Houston também oferece voos interessantes para diversos lugares do mundo, como a Austrália. E, sim, Sydney está entre as rotas mais procuradas e, pelo menos até antes da pandemia da covid-19, havia essa rota com frequência.

Segundo o OAG, o trecho tem 12.016km e leva cerca de 17 horas e 35 minutos para ser realizado. A operação ficava a cargo da United Airlines e da Qantas.

5. Los Angeles (EUA) - Singapura

Pela primeira vez aparecendo na lista, a cidade de Los Angeles, uma das mais movimentadas quando pensamos em viagens internacionais. Aqui, a rota é para Singapura, operada pelo A380 da Singapore Airlines, que faz o trajeto de 12.248km em 17 horas e 10 minutos, um pouco mais, um pouco menos.

O A380 da Singapore Airlines que faz a rota entre Los Angeles e Singapura (Imagem: Divulgação/Kentaro IEMOTO/ Flickr)

4. Auckland (Nova Zelândia) - Dubai (Emirados Árabes Unidos)

Primeira rota da lista que liga a Oceania à Ásia, temos aqui dois importantes destinos do mundo quando pensamos em turismo, seja para negócios, seja para passeio. Auckland, na Nova Zelândia, e Dubai, nos Emirados Árabes. A rota tem distância exata de 14.328 km e pode durar mais de 17 horas, segundo o pessoal da OAG.

A empresa que costuma fazer as operações nesse trecho é a Emirates, porém, depois da pandemia da covid-19, os voos parecem ter sido reduzidos ou eliminados no configurador do site.

3. Londres (Inglaterra) - Perth (Austrália)

Uma das rotas mais incomuns dessa lista é a que liga Londres, capital da Inglaterra e do Reino Unido, até Perth, uma das principais cidades da Austrália. O trajeto, pasmem, é feito por um Boeing 787 da Qantas, que leva 17 horas para percorrer os 14.636km da Europa até a Oceania. Haja paciência.

2. Auckland (Nova Zelândia) - Doha (Catar)

Um voo que certamente será muito feito em 2022 devido à realização da Copa do Mundo no Catar é esse que liga Auckland, na Nova Zelândia, até Doha, no Catar. Operado pela Qatar Airways com um Boeing 777, esse trecho tem 14.663km e leva 18 horas e 30 minutos para ser concluído.

Para uma rota com mais de 18 horas, melhor comprar uma passagem de classe executiva do Boeing 777 da Qatar Airways, não é mesmo? (Imagem: Reprodução/Alex Beltyukov)

1. Nova Iorque (Estados Unidos) - Singapura (Singapura)

A rota de avião mais longa do mundo é a que liga os Estados Unidos à Ásia, mais precisamente Nova Iorque, a maior cidade do país, até Singapura, capital homônima local. O trecho de 15.474km é feito em 18 horas e 40 minutos, mas há relatos de ter sido feito em menos tempo.

As aeronaves capazes de realizá-lo são os já conhecidos Airbus A350, Boeing 777, Boeing 747-8 e até mesmo o A380.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.